Após discussão com funcionário da Caer, morador do João de Barro fica sem abastecimento de água por quase 20 dias

Moradores necessitam de apoio de um caminhão-pipa para ter acesso à água. Discussão começou após a equipe não realizar o abastecimento completo da caixa d´água e ele questionar. Homem disse que foi xingado e parou de receber o serviço

Após discussão com funcionário da Caer, morador do João de Barro fica sem abastecimento de água por quase 20 dias
Companhia de Água e Esgotos de Roraima (Caer) – Foto: Gabriel Cavalcante/Roraima em Tempo

Um morador do bairro João de Barro, relatou na manhã desta segunda-feira (18) que sua residência ficou sem receber o abastecimento de água pela Companhia de águas e Esgoto de Roraima (Caer) por quase 20 dias.

É que um caminhão-pipa abastece a região após várias residências registrarem falta de água nas torneiras por semanas.

Assim, morador discutiu com o motorista do caminhão-pipa no dia 29 de fevereiro, e chegou a ficar sem água para beber e até mesmo para manter seu ponto comercial.

Entenda

O problema começou após o motorista da Caer pedir para o morador remover um carro do caminho para a passagem do caminhão. Depois que o irmão do morador tirou o carro, os funcionários desceram e puxaram a mangueira para encher a caixa d´água, porém, em menos de um minuto recolheram tudo e começaram a sair.

Nesse sentido, ao ver que a caixa não estava nem na metade, o denunciante questionou os funcionários, momento que eles entraram em discussão. Depois que o funcionário da Caer xingou e brigou com o morador, ele saiu do local.

Morador não recebia mais o serviço

Depois da discussão, a equipe da Caer parou de ir na casa do denunciante, abastecendo somente outras casas. O morador ressaltou que todos os dias passavam na frente da sua casa, mas não paravam.

Em um vídeo gravado nesta segunda-feira (18), mostra mais uma discussão entre o funcionário e o morador, após mais um vez ficar sem o abastecimento.

No vídeo, o morador explicava que a caminhão estava parando apenas em uma construção próxima da sua casa e deixava de abastecer outras residências. Por esse motivo, ele seguiu o caminhão e pediu para que parasse na sua casa.

Mesmo parando no local, a equipe da Caer não colocava a água, pois conforme o denunciante o responsável pela equipe ironizou a situação, pois o morador havia feito uma denúncia, ocasionando em mais uma briga.

Citada

A redação do Roraima em Tempo enviou um pedido de nota para a Caer, para esclarecer os fatos. Por meio nota, disse que a Assessoria Jurídica da Caer também esteve no local e e conversou com o morador. Disse que explicou como funciona o cronograma de abastecimento e esclarecendo sobre a importância da colaboração dos usuários para melhor prestação do serviço.

Fonte: Da Redação

0
Would love your thoughts, please comment.x