Com apoio da Prefeitura de Boa Vista, produtores rurais iniciam plantio de milho

Com expectativa de plantar mais de 400 hectares de milho na zona rural do município e comunidades indígenas, estimativa é colher 100 sacos de grãos por hectare plantado

Com apoio da Prefeitura de Boa Vista, produtores rurais iniciam plantio de milho
Início do Plantio de Milho – Foto: Giovani Oliveira/Semuc

Destinar políticas públicas para a agricultura familiar é investir na sustentabilidade ambiental, social e econômica do município. Em Boa Vista, produtores rurais iniciaram o plantio de culturas, graças ao apoio da prefeitura, além do incentivo nas demais etapas do processo de produção, como colheita, controle de pragas, preparação do solo, aquisição de sementes e insumos.

Após o início das chuvas e surgimento das “janelas de sol”, técnicos da prefeitura percorrem propriedades para iniciar o plantio da cultura do milho. Os locais são Projeto de Assentamento Nova Amazônia, Bom Intento, Novo Passarão, assim como as comunidades indígenas.

De acordo com o secretário municipal de Agricultura e Assuntos Indígenas, Guilherme Adjuto, a prefeitura ainda vai fornecer apoio na colheita.

“Neste ano, nós temos novidade que é a colheita mecanizada, pois vamos fornecer as colheitadeiras para facilitar e agilizar todo o processo de produção para esses agricultores. Ainda, estamos entrando com máquinas para fazer o preparo de solo, plantio, adubação de cobertura e assistência técnica. Temos técnicos acompanhando todo o processo do plantio, condução da lavoura e colheita”, disse.

Incentivo da prefeitura ao pequeno produtor

Com expectativa de plantar mais de 400 hectares de milho na zona rural do município e comunidades indígenas, técnicos da secretaria e produtores esperam colher 100 sacos de grãos por hectare plantado.

Conforme o morador da região Truaru, o produtor rural Francisco Gomes, 58 anos, o maquinário para plantio ajudou na colheita. Com a ferramenta, ele conseguiu aumentar a escala de produção na propriedade.

“Antes do apoio da prefeitura, eu passava três dias para plantar o milho porque eu precisava fazer cova por cova para colocar a semente, sem contar que plantava em uma quantidade bem menor. Hoje, a minha plantação é feita em poucas horas e ainda aumentei a produção aqui nas minhas terras. Antigamente era tudo difícil e demorado e agora melhorou muito com esse incentivo da prefeitura para a gente. Essa máquina faz o trabalho de quatro pessoas em poucas horas”, contou.

Trabalho no campo

A colheita de milho verde está prevista para o mês de julho e a safra do grão seco para outubro. Nesses períodos, os produtores contarão com técnicos para acompanhar o desenvolvimento da cultura.

Produtora rural há 20 anos e moradora da região Murupu, Francisca Rodrigues destaca que o incentivo, disponibilizado através do Plano Municipal de Desenvolvimento do Agronegócio (PMDA), mudou a realidade da propriedade.

“Se hoje a prefeitura não tivesse mais condições de ajudar com esse trabalho, eu ficaria sem plantar o milho, com a minha terra parada. Antes, eu não tinha apoio de ninguém e não tenho uma renda boa para manter essa produção do tamanho que está agora. Com esse apoio da prefeitura aqui na região, tudo está dando certo e a nossa produção vai para frente”, relatou.

Fonte: Da Redação

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x