Descarte sustentável: prefeito Arthur Henrique inaugura 1º ecoponto de Boa Vista

Local vai funcionar das 8h às 18h de terça a sexta-feira, e das 8h às 12h aos sábados no bairro Nova Cidade, zona Oeste da capital

Descarte sustentável: prefeito Arthur Henrique inaugura 1º ecoponto de Boa Vista
Prefeito Arthur Henrique – Foto: Ian Vitor Freitas

O prefeito Arthur Henrique (MDB) inaugurou na manhã desta terça-feira (25), o primeiro 1º ecoponto de Boa Vista, localizado no bairro Nova Cidade, zona Oeste da capital. Ele vai funcionar das 8h às 18h, de terça a sexta-feira, e das 8h às 12h aos sábados.

Esse é um local de entrega voluntária de pequenas quantidades de resíduos específicos. São aceitos itens que não são mais utilizados pela população, mas pode ter outras finalidades.

Os ecopontos não funcionam como lixões. Conforme a Lei 2004/2019, o local visa um sistema de gestão sustentável de resíduos sólidos urbanos.

De acordo com o prefeito, a inauguração faz parte das diretrizes do Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos (PMGIRS) da Prefeitura de Boa Vista.

“É um equipamento onde a própria população, que ainda não tem a coleta de reciclável na porta de casa, vai poder trazer os materiais recicláveis. Não só recicláveis, mas vão poder trazer resíduos de construção civil, materiais volumosos como sofás, mesas, materiais grandes que muita gente não sabe como descartar, galhadas, rodas de árvores, tudo vai poder ser destinado em pequenas quantidades aqui para nesse local”, disse Arthur.

O secretário municipal de Meio Ambiente, Alexandre Santos, explicou qual o destino final dos resíduos entregues no ecoponto. “Os resíduos recicláveis vão para a associação de catadores que estão aqui no entorno desse ecoponto. Vão entregar os resíduos orgânicos para o Centro de Compostagem, que vai transformar esse resíduo orgânico em composto orgânico, em adubo, para favorecer a agricultura familiar. Os resíduos eletrônicos vão para um instituto que faz o recondicionamento e a reutilização para gerar renda”, destacou.

Fotos: Ian Vitor Freitas/Roraima em Tempo

Parcerias que ajudam na sustentabilidade

Para garantir maior segurança, o gerenciamento dos resíduos funciona por meio de contrato com áreas de destinação ambientalmente adequadas e licenciadas.

Conforme a Izabel Souza, presidente da Associação Global de Catadores de Materiais Recicláveis, a iniciativa chegou para ajudar os catadores.

“É o novo tempo que a gente está vivendo. A gente trabalhava com muita dificuldade. Agora, a população vai estar sendo conscientizada de como separar o seu material reciclável. Ao chegar aqui, a prefeitura vai destinar para as associações, que já trabalharam há anos com esse segmento de reciclagem. É esperança para nós, catadores”, salientou a mulher.

O ecoponto também conta com a parceria do projeto Braços Abertos. As equipes visitaram moradores entre os dias 20 e 24 para informar sobre o funcionamento do novo local de coleta.

Resíduos aceitos no ecoponto

Nos ecopontos poderão ser descartados restos de galhadas e demais materiais recicláveis, como:

  • Sobras de construção civil;
  • Sofás velhos;
  • Geladeiras sem utilidade;
  • Plásticos, alumínio, vidro;
  • Entre outros tipos de lixos secos que não estão contaminados ou sujos por substâncias orgânicas.

Resíduos não aceitos no Ecoponto

Resíduos de lixo úmido que possuem substância orgânica, como os que entram rapidamente em decomposição e atraem vetores. Por exemplo:

  • Animais mortos;
  • Restos de alimentos;
  • Lixos domésticos;
  • Pilhas, baterias e outros materiais que contém composição química;

Fonte: Da Redação

0
Would love your thoughts, please comment.x