Dia da Árvore: crianças plantam Ipês no Parque do Rio Branco

Ação faz parte da Semana do Bebê promovida pelo programa Família que Acolhe

Dia da Árvore: crianças plantam Ipês no Parque do Rio Branco
26 crianças plantaram mudas de ipê no Parque do Rio Branco – Foto: Yara Walker/Roraima em Tempo

Para comemorar o Dia da Árvore celebrado hoje (21), 26 crianças plantaram mudas de ipê no Parque do Rio Branco, em Boa Vista.

A ação faz parte da Semana do Bebê promovida pelo programa Família que Acolhe (FQA), da prefeitura do município.

Para Luisa Riva, mãe do Douglas Samuel de 2 anos, que participa do projeto FQA desde os dois meses de gravidez, esse momento é único para a criança.

“Estou muito contente, pois ele está ajudando o meio ambiente e também por ele estar aprendendo com isso”.

Conforme Priscila Rodrigues, a ação é novidade para os filhos Tiego Augusto, 5 anos, e Salomão Alexandre, um ano.

“Essa experiência é muito diferente para eles. Devido à pandemia, eles só ficavam em casa, então eles estão adorando e se divertindo  participando dessa ação”.

O Alan Gael de 2 anos também participou do evento com a mãe  Katerit Hernandez. Ela explica que o momento é histórico para o filho.

“Estamos plantando uma árvore, o que é muito importante para o nosso bem-estar. Dessa maneira, quando ele estiver maior vai poder ver a árvore que plantou. Além disso, é muito importante para a história dele”.

“Nome das crianças”

A coordenação do evento é das secretarias de Meio Ambiente (SPMA), Gestão Social (Semges) e Projetos Especiais (Semupes). Conforme a secretária da Semges, Alessandra Corleta, cada ipê deve receber o nome das crianças que participam do programa FQA.

“As 26 árvores terão nome de cada criança que está aqui hoje. Queremos que cada uma cresça sabendo que realizou esse feito. Essa é fase que a criança mais aprende e isso ocorre com exemplos. Por este motivo, as ações para a Semana do Bebê já ocorrem há cinco anos em Boa Vista”, diz.

De acordo com o prefeito Arthur Henrique (MDB) o momento serve para conscientizar as pessoas sobre a preservação do meio ambiente.

“Essa ação envolve os pais e as crianças pequenas para mostrar a importância do ar puro da cidade de Boa Vista. Aqui as crianças podem aproveitar a capital em segurança. A Prefeitura tem investido em energia renovável […] Isso reduz emissão de gases poluentes na atmosfera”, afirma.

“Livre para Brincar lá Fora”

As famílias também presenciaram a exposição da “Bolha” no Parque do Rio Branco, um ícone que representa a poluição.

Foto: Yara Walker/Roraima em Tempo

Conforme a Prefeitura, a iniciativa faz parte da campanha “Livre para Brincar lá Fora” criada pelo programa Criança e Natureza, do Instituto Alana .

“A Bolha cinza gigante é facilmente reconhecida e vista para trazer a discussão da poluição do ar e a infância. Por fim, o objetivo é tornar visível a poluição do ar e os impactos negativos no planeta”, disse a organização. 

Criado em 1994, o Instituto Alana é uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos. Dessa forma, o programa busca a garantia de condições para a “vivência plena da infância”.

Fonte: Da Redação

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x