Há dois meses, detentos da Pamc estão sem direito a banhos de sol, denunciam familiares

Conforme a denúncia, direito é negado tanto aos presos do regime semiaberto quanto do fechado. Por este motivo, presos estariam adoecendo

Há dois meses, detentos da Pamc estão sem direito a banhos de sol, denunciam familiares
Penitenciária Agrícola de Monte Cristo (PAMC) – Foto: ASCOM/DPE-RR

Familiares de detentos da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo (Pamc), denunciaram nesta terça-feira (18) a falta de banhos de sol para reeducandos da unidade. A denúncia aponta que tanto os presos do regime semiaberto como do fechado estão indo para o banho de sol apenas uma vez ao mês.

De acordo com a denunciante, que não quis se identificar, o correto seria 12 banhos de sol por semana. Ela ainda destaca que o problema já ocorre a ao menos dois meses.

“Eles estão adoecendo devido ao tempo frio e a falta de pegar sol, que é vitamina D. Essa virose já chegou lá, quem tem uma imunidade mais baixa adoece. É direito do reeducando, que já está pagando pelo que fez. Eles levam para o banho de sol quando querem”, disse.

Dessa forma, a denunciante cobra uma solução por parte da Secretária de Justiça e da Cidadania (Sejuc). “São 15 reeducando dentro de uma cela, uma pessoa fica doente e passa para as outras. Falta de agente penal não é, porque lá é bem escoltado. Estou denunciando porque não sei se a Sejuc está ciente sobre essa situação”, pontuou.

Citada

Assim, a reportagem entrou em contato com a Sejuc para esclarecimentos sobre o caso. Por meio de nota, negou a denúncia e disse que a rotina de banho de sol dos reeducandos acontece de acordo com as normas estabelecidas. Explicou ainda, que os órgãos de controle recebem registros das atividades diárias.

Fonte: Da Redação

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x