Moradores do Baixo Rio Branco denunciam alto preço de conta de luz

É que na Comunidade Terra Preta o fornecimento de energia é interrompido diariamente das 23h às 9h

Moradores do Baixo Rio Branco denunciam alto preço de conta de luz
Moradores do Baixo Rio Branco têm apenas um poste com luz – Arquivo pessoal

Os moradores do Baixo Rio Branco, região ribeirinha de Roraima, denunciaram hoje (23) ao Roraima em Tempo o que classificam como altos valores das contas de luz.

É que na Comunidade Terra Preta o fornecimento de energia é interrompido diariamente das 23h às 9h. Ou seja, eles passam 10 horas sem luz. Contudo, o preço da conta no final do mês, segundo eles, não condiz com a realidade.

Hildo Quintilha de Souza disse que viajou com a família por duas semanas e não usou os serviços de energia.

A princípio, ele imaginou que a conta seria mais barata. Em contrapartida, o valor foi de R$ 112, mesmo ele usando, em duas semanas, apenas a geladeira e a televisão.

“Se tivéssemos pelo menos 24h de energia, saberíamos que nossa conta estaria alta devido ao uso. Antes de disso, minha conta foi mais de R$ 190. Ou seja, nem com o bolsa família de R$ 180 posso pagar. É complicado”, disse.

Um morador, sob anonimato, também enviou a conta de luz à reportagem no valor de quase R$ 100. Ele alega que viajou quase o mês inteiro. “É um absurdo!”, desabafou.

Iluminação pública

Outra situação denunciada é a falta de iluminação pública na vila. Apenas um poste tem lâmpada. Entretanto, não foi a Prefeitura de Caracaraí que colocou, mas, sim, um pastor evangélico da comunidade.

“Temos que pagar caro e até agora a prefeitura não se mobilizou para fazer nada. Temos esperança”, declarou Hildo. A taxa de iluminação cobrada chega a mais de R$ 20.

Em janeiro deste ano, a reportagem mostrou que a população estava sem o serviço de energia elétrica por duas semanas.

À época, os moradores do Baixo Rio Branco disseram que o gerador de luz, que pertence à concessionária Roraima Energia, estava danificado e a empresa não prestava assistência.

Depois da denúncia, um novo equipamento foi, então, enviado para a comunidade, que tem mais de 50 famílias. Desde então, as contas vêm com valores altos.

Citadas

A Roraima Energia falou que encaminhou em janeiro um outro gerador para atender a comunidade, e, desde então, não teve problemas.

Disse que o valor da conta está ligado ao consumo registrado na casa. Informou que reformou a rede elétrica de Terra Preta e melhorou os serviços.

“Caso o consumidor seja de baixa renda, existe tarifa especial para essa classe consumidora na nossa página, temos disponíveis as informações para que possa se cadastrar”, cita.

O jornal também buscou a Prefeitura de Caracaraí para informar se existe um planejamento para iluminar a Vila Terra Preta.

Por Yara Walker

Veja também

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x