Parada do Orgulho LGBTQIA+ será virtual em RR

O Grupo DiveRRsidade transmitirá o evento pela internet no canal do Youtube

Parada do Orgulho LGBTQIA+ será virtual em RR
Este é o segundo ano consecutivo que o evento é realizado totalmente on-line – Foto: Divulgação

A Parada do Orgulho LGBTQIA+ de Roraima celebra neste domingo (5) a 20ª edição com uma programação virtual.  Devido à pandemia da Covid-19, este é o segundo ano que o evento ocorre nesse formato.

O Grupo DiveRRsidade transmitirá o evento pela internet no canal do Youtube. Além disso, a TV Assembleia também vai transmitir a parada.

De acordo com a organização, a edição deste ano tem como tema “O vírus da intolerância também tira vidas: use o respeito e a mascará do amor”.

Conforme Sebastião Diniz, presidente do Grupo, o tema faz referência aos desafios de ser uma pessoa LGBTQIA+ em uma sociedade preconceituosa.

“A proposta é fazer a live com segurança para que a gente não prolifere e previna contra essa doença que já levou muitas pessoas em um ano de pandemia e também vamos está falando de intolerância que também é um vírus”, contou.

O evento contará com apresentações culturais de artistas LGBTQIA+ de Roraima, palestras educativas e depoimentos de pessoas apoiadoras do grupo.

Toda a programação ocorrerá no Teatro Municipal, seguindo as orientações sanitárias contra a Covid-19.

“Nossa expectativa é atingir um número grandioso de famílias e pessoas que lutam pelo fim da ‘lgbtfobia’ no país”, explicou Diniz.

Marcos Braga

Na edição deste ano, o Grupo irá homenagear o professor da Universidade Federal de Roraima (UFRR), Marcos Antônio Braga de Freitas. Ele morreu de Covid-19 no dia 11 de fevereiro deste ano.

Marcos Braga ocupava o cargo de diretor do Instituto Insikiran da UFRR, que é voltado para formação superior de indígenas.

Além disso, ele era conhecido por ser um ambientalista, defender os direitos indígenas e a causa LGBTQIA+.

Nesse sentido, a organização fará a homenagem através da entrega de um prêmio com o nome do professor para sete parceiros das causas sociais das pessoas LGBTQIA+.

Anuário de Segurança Pública

Dados do 15º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, publicado no dia 15 de julho, apontam Roraima e o Espírito Santo como os estados com o maior aumento no número de crimes contra a população LGBTQI+ em 2020.

Os dados mostram alta de 200% nos crimes de lesão corporal cometidos contra pessoas LGBTQI+ nos dois estados, no ano de 2020, quando comparado a 2019.

Conforme os números, Roraima registrou no ano passado, 21 casos de crimes de lesão corporal. No mesmo período em 2019, o estado havia identificado apenas sete casos.

Fonte: Da Redação

Veja também

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x