Polícia Federal resgata vítimas de trabalho análogo à escravidão em Boa Vista

Trabalhadores residiam em um contêiner de ferro inadequado e insalubre; proprietário do estabelecimento foi preso em flagrante

Polícia Federal resgata vítimas de trabalho análogo à escravidão em Boa Vista
Foto: Divulgação PF

A Polícia Federal (PF), nesta segunda-feira (4), em colaboração com o Ministério Público do Trabalho, realizou uma operação de repressão ao trabalho análogo ao escravo. Na ação, um homem foi preso em flagrante e foi dado o cumprimento a um mandado de busca e apreensão em uma propriedade rural localizada em Boa Vista.

Assim, as investigações indicam que os trabalhadores desta propriedade, que realizam atividades de piscicultura, trabalhariam em condições degradantes, desprovidos de condições mínimas de trabalho.

Dessa forma, entre os aspectos observados, destaca-se que os trabalhadores residiam em um contêiner de ferro. O local era inadequado para dormir, especialmente considerando o calor extremo característico de Roraima, um dos estados mais quentes do Brasil, além da insalubridade do ambiente.

Além disso, o proprietário do estabelecimento foi preso em flagrante pelo crime de trabalho em situação análoga à escravidão. Este crime pode resultar em uma pena de reclusão por até oito anos. No local foi apreendida uma espingarda calibre 22.

Por fim, a Polícia disse que denúncias sobre casos de vítimas de trabalho escravo podem ser feitas por meio do do telefone (95) 3621-1515. Ou então, através do Comunica PF. Clique aqui.

0
Would love your thoughts, please comment.x