Recadastramento para usuários do transporte público em Boa Vista, segue até 30 de março

Atendimento ocorre na sala de fiscalização de transportes, no Terminal de Ônibus Urbano – José Campanha Wanderley, no Centro, das 7h às 17h

Recadastramento para usuários do transporte público em Boa Vista, segue até 30 de março
Foto: Divulgação PMBV

O recadastramento para todos os usuários do transporte público coletivo em Boa Vista, vai encerrar dia 30 de março. Após esse prazo, quem não atualizar o cadastro não poderá mais utilizar o cartão nos novos validadores de bilhetagem eletrônica, equipados com a tecnologia de reconhecimento facial.

Assim, o atendimento ocorre na sala de fiscalização de transportes, no Terminal de Ônibus Urbano – José Campanha Wanderley, no Centro, das 7h às 17h. O recadastramento é gratuito e o cidadão deve apresentar cópias e originais do RG, CPF e comprovante de residência.

Estudantes devem apresentar comprovante de matrícula ou declaração de vínculo com a instituição de ensino. Para pessoas com deficiência (PCDs), além dos documentos pessoais, é importante o laudo com atualização. Quem utiliza o Cartão Cidadão deve apresentar apenas os documentos pessoais.

Desde o início da campanha, em janeiro, apenas 30% dos usuários atualizaram o cadastro. Tiago Lima, gerente da Cidade de Boa Vista Transportes Urbanos Ltda., empresa com a concessão do transporte público coletivo na capital, explica que após 30 de março ainda será possível fazer o recadastramento.

“Removeremos os validadores antigos e, para voltar a utilizar o cartão, o cidadão deverá atualizar o cadastro. Não fazemos mais recargas nos cartões antigos para agilizar o processo”, pontua.

A campanha de recadastramento

Iniciada em janeiro, priorizou inicialmente o público preferencial com gratuidade total, começando pelos idosos, com cerca de 3 mil beneficiários, e pessoas com deficiência (PCD), com aproximadamente 3 mil passageiros. Dessa forma, no mês seguinte, houve o atendimento de cerca de 10 mil estudantes cadastrados, que têm desconto de 50% na tarifa. Além disso, em março, iniciou-se o atendimento aos 3 mil passageiros do público geral que utilizam o cartão cidadão.

Mais segurança

Por fim, o novo sistema reconhece a identidade da pessoa a partir de uma imagem capturada pela câmera integrada ao aparelho. Como resultado, a imagem é comparada com a foto do cadastro do usuário. Logo, se houver compatibilidade, ocorre a liberação do acesso. Caso contrário, ocorre o bloqueio do cartão e o usuário recebe uma notificação.

Fonte: Da Redação

0
Would love your thoughts, please comment.x