Senado: aprovado PL que aumenta pena por crimes contra animais silvestres e domésticos

Projeto altera para quatro anos de prisão Lei que estabelece pena para quem matar ou perseguir os animais. Agora, PL segue para análise da Comissão de Constituição e Justiça

Senado: aprovado PL que aumenta pena por crimes contra animais silvestres e domésticos
Foto: Freepik

A Comissão de Meio Ambiente (CMA) no Senado, aprovou na última quarta-feira (13) um Projeto de Lei (PL) que aumenta a pena dos crimes contra animais domésticos e silvestres.

O texto, de autoria do senador Rogério Carvalho (PT-SE), segue para análise da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Os senadores também aprovaram proposta que garante mais recursos para o Fundo Nacional sobre Mudança de Clima

O projeto altera a Lei 9.605, de 1998. A legislação em vigor estabelece pena de reclusão de seis meses a um ano de detenção e multa para quem matar, perseguir, caçar, apanhar ou utilizar animais silvestres. A pena aumenta pela metade se o delito for contra espécie rara ou ameaçada de extinção. Pelo PL, a punição passa a ser de um a quatro anos de detenção.

Contudo, em caso de abuso e maus-tratos contra animais silvestres ou domésticos, a pena atual é de três meses a um ano de detenção mais multa. O projeto aumenta o tempo de reclusão, que passa a ser de um a quatro anos.

Crime organizado

Além disso, o tráfico de animais silvestres é a terceira atividade ilícita mais rentável do mundo, atrás apenas do tráfico de armas e de drogas. Como resultado, o senador Confúcio Moura (MDB-RO) disse esperar que o projeto mude essa realidade.

Fonte: Agência Senado

0
Would love your thoughts, please comment.x