Workshop prepara pessoas LGBTIA+ para mercado de trabalho em Boa Vista

Programação ocorre no sábado (6) das 8h às 11h40 na sede da ATERR; evento será ministrado em português e espanhol

Workshop prepara pessoas LGBTIA+ para mercado de trabalho em Boa Vista
Junho é o Mês do Orgulho LGBTQI+ – Foto: Pixabay

O coletivo Bikiri, em parceria com a Associação de Pessoas Transexuais e Travestis em Roraima (ATERR), promove no sábado (6) o Workshop de Empregabilidade para pessoas LGBTIA+.

A atividade é gratuita e ocorre na sede da ATERR, localizada na rua São Paulo, 168, no bairro Centenário, em Boa Vista. Ela inicia às 8h e segue até às 11h40.

O evento terá palestras com orientações sobre entrevista de emprego, elaboração de currículos e carteira de trabalho e outras atividades. Assim, o público-alvo do workshop são pessoas da comunidade LGBTIA+ e tem como objetivo oferecer orientações e preparar os participantes para o mercado de trabalho.

“Reconhecemos a carência de conhecimento que muitas pessoas LGBTI+ enfrentam em relação ao mercado de trabalho, bem como a escassez de oportunidades para demonstrar suas habilidades durante as entrevistas. Diante desse cenário, o Coletivo Bikiri organizou essa iniciativa para enfrentar esses desafios”, disse Luanna Trindade, integrante do coletivo.

Além disso, o workshop será em português e espanhol, como maneira de incluir pessoas migrantes que tenham interesse em participar. Para a sessão prática sobre criação de e-mail, currículo e carteira de trabalho é necessário ter celular com linha ativa. 

“Vamos oferecer orientações sobre como valorizar o currículo mesmo sem experiência, estratégias para reduzir a ansiedade durante as entrevistas, e apoio para lidar com perguntas-chave. Este é um passo importante para que todos tenham a chance de iniciar 2024 com novas oportunidades e perspectivas”.

Coletivo Bikiri

Por fim, o coletivo é o primeiro bissexual organizado na Amazônia, formado por jovens bissexuais de Roraima. O coletivo nasceu a partir da inquietação e percepção da invisibilidade bissexual no Estado e por isso busca fortalecer o movimento LGBTIA+ em Roraima. O coletivo é pautado no combate à bifobia, LGTIfobia, sexismo, racismo, xenofobia e na defesa da Amazônia e seus povos.

Fonte: Da Redação

Veja também

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x