Prefeitura amplia horário dos táxis lotação até meia-noite durante o Boa Vista Junina 2024

Medida visa atender ao aumento no fluxo de pessoas que se deslocam para o local do evento

Prefeitura amplia horário dos táxis lotação até meia-noite durante o Boa Vista Junina 2024
Taxis lotação – Foto: Divulgação/PMBV

O cidadão boa-vistense que quiser ir ao Boa Vista Junina 2024 contará com uma facilidade extra para chegar à praça Fábio Marques Paracat. A Prefeitura, atendendo à solicitação da Cooperativa de Táxi Lotação, anunciou uma extensão temporária do horário de funcionamento dos táxis lotação na cidade.

A medida, autorizada pela Portaria 084/2024, é válida durante todos os dias do evento, de 1º a 8 de junho. O presidente da Empresa de Desenvolvimento Urbano e Habitacional (Emhur), Sérgio Pillon, explicou que a extensão no horário beneficia tanto os passageiros quanto os motoristas.

“Eventos como o Boa Vista Junina movimentam a economia como um todo, inclusive na parte da mobilidade. O passageiro pode pagar uma passagem mais barata e acessível do que em aplicativos de transporte, e os motoristas dos táxis lotação têm a oportunidade de faturar um pouco mais nesses dias”, explicou.

Atualmente, os táxis lotação operam das 6h às 14h aos sábados, domingos e feriados, e das 6h às 20h nos demais dias da semana. No período especificado, eles poderão funcionar das 6h até meia-noite, atendendo ao aumento significativo no fluxo de pessoas que se deslocam para o local do evento.

Boa Vista Junina 2024

O Boa Vista Junina 2024 começa neste sábado 1º de junho. A festa acontece na Praça Fábio Marques Paracat. Com o tema “O Arraial da Nossa Gente, Festa da Tradição, é Boa Vista Pra Frente” a população vai, sobretudo, se divertir durante oito noites.

Hoje, inicia o tradicional concurso de quadrilhas. Além disso, a festa conta com programação musical para agradar todos os públicos. A partir das 23h o Boa Vista Junina, terá show nacional com a cantora Elba Ramalho e Geraldo Azevedo.

Programação musical:

  • 19h – Fábio Gaiato e banda
  • 19h45 – DJ Stay Box
  • 20h15 – Angélica Dutra e banda
  • 21h – DJ Stay Box
  • 21h30 – Anne Louise Sanfoneira e banda Flor do Norte
  • 22h15 – DJ Stay Box
  • 23h – Elba Ramalho e Geraldo Azevedo

Concurso de quadrilhas no Boa Vista Junina

19h – Guerreiros de Jorge – (grupo Emergente)

Neste São João Solteiro Eu Não Fico” será o tema do grupo, uma homenagem ao Santo Antônio, conhecido como santo casamenteiro. Agora, os quadrilheiros vão contar a história de uma mulher solteira que se apaixona na festa de São João. Quem vai unir o casal apaixonado, será então, o próprio Santo Antônio. A quadrilha foi fundada em 2018. A responsabilidade de entregar uma coreografia sincronizada e com muita animação será dos 21 casais de jovens da Comunidade Indígena Moskow, de Bonfim.

20h – Tradição macuxi (grupo de Acesso)

Contando as histórias de lutas e conquistas da artista nortista, o tema será “Joelma, a Rainha do Brasil”, o grupo vai misturar o ritmo brega-pop da banda Calypso com o forró de São João. Uma grande inspiração para a região Norte.

Do mesmo modo, a Tradição Macuxi surgiu em 1996, para atrair os jovens do bairro Pintolândia e da região para longe de perigos sociais. Atualmente, dentre os integrantes estão também pessoas das comunidades indígenas Súcuba e Alta Raia. Eles formam 31 casais este ano.

21h- Macedão (grupo de Acesso)

“Em noites de Luar, Macedão te chama pra dançar. Doces ou travessuras? Cê vai se arrepiar” é o tema da quadrilha este ano. Para os membros do grupo, esse é mais um tema que brinca com a imaginação do público. Em suma, vão mostrar personagens, como bruxa e lobisomem, se transformando em quadrilheiros nesse São João e prometem entreter os espectadores. Serão 25 casais no tablado e todos com as melhores expectativas possíveis. Assim, o grupo nasceu em 1997 e afirma que vai surpreender o público com muita coisa boa durante o espetáculo.

22h – Explosão Caipira ( grupo Especial)

Com o tema “A Magia que vem da Floresta”, os brincantes planejam apresentar uma visão mais profunda, verdadeira e transcendental da Amazônia. Alegria, entusiasmo e amor vão dar lugar para a magia acontecer no tablado. Eles irão interpretar diversos personagens de pessoas reais, como os ribeirinhos e povos indígenas. Por fim, o grupo promete que vai ser difícil segurar a emoção.

Do mesmo modo, serão 26 casais da Explosão Caipira no tablado. Portanto, o grupo foi fundado em 2000 e desde então, os quadrilheiros se “jogam” no São João roraimense com muita garra e animação, fazendo parte da tradição.

Fonte: Da Redação

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x