Com apoio da Prefeitura de Boa Vista, empreendedores expõem produtos na 17ª Feira Brechó Boutique

Evento, considerado tradicional no ramo de empreendedorismo, ocorreu na Praça Velia Coutinho

Com apoio da Prefeitura de Boa Vista, empreendedores expõem produtos na 17ª Feira Brechó Boutique
Foto: Andrezza Mariot/Semuc/PMBV

Cerca de 20 beneficiários da Agência Municipal de Empreendedorismo e Fomento (AME) tiveram a oportunidade de expor seus produtos na Feira Brechó Boutique, tradicional evento que este ano esteve em sua 17ª edição e ocorreu na última sexta (8), e sábado (9), na Praça Velia Coutinho.

Nil Araújo é empreendedora e idealizadora do brechó, que hoje já conta com a participação de mais de 100 famílias. Uma verdadeira vitrine para pessoas que estão no início de seus empreendimentos.

“A ideia dessa parceria com a prefeitura é justamente proporcionar mais oportunidades para os empreendedores venderem seus produtos. Além disso, é uma forma de incentivar a população a apoiar essas iniciativas e utilizar os espaços públicos da cidade”, disse.

Incentivo aos beneficiários

Segundo Dorete Padilha, gerente de desenvolvimento de negócios da AME, a parceria fortalece o compromisso em oferecer não apenas microcrédito, mas também capacitações essenciais e networking.

“Esta colaboração reflete nosso propósito central de fomentar o empreendedorismo, destacando a oportunidade de negócios oferecida pela vitrine da feira, onde nossos beneficiários podem prosperar em um espaço organizado e acolhedor”, explicou.

Beneficiários motivados

Uma das beneficiarias é a jovem Ionara Felinto, de 21 anos, que ingressou na AME por meio da linha de crédito Jovem Empreendedor. Com o incentivo financeiro recebido, a empreendedora então investiu em produtos e já teve retorno de faturamento. Para ela, a agência é um espaço de aprendizado constante.

“Os acompanhamentos, as palestras e os minicursos têm contribuído muito para o meu conhecimento. O network com os empreendedores nos encontros são muito legais e válidos. As visitas dos agentes, sempre me perguntando quais são as minhas dificuldades, me ajuda muito a melhorar meu negócio”, afirmou.

Natália Nunes é beneficiaria há menos de um ano e já consegue sentir as mudanças em seu negócio. “A AME age muito na parte informativa do empreendedor, porque ela visa não apenas oferecer linha de crédito, mas também de fato acompanhar os beneficiários. Participamos de cursos de formação para sabermos como aplicar o investimento e ampliarmos nosso negócio. Estar aqui hoje é uma verdadeira vitrine, proporcionando novos clientes”, contou.

Fonte: Da Redação

Veja também

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x