Pesquisa aponta que 90% famílias de Roraima terminaram 2023 com dívidas

Roraima é o terceiro estado do país com maior número de famílias endividadas, subindo quatro posições no ranking em relação a 2022

Pesquisa aponta que 90% famílias de Roraima terminaram 2023 com dívidas
Economia, Moeda Real, Dinheiro, Calculadora – Foto: Marcello Casal/Agência Brasil

A Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), apurada mensalmente pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), mostra que o endividamento das famílias em Roraima é o maior da série histórica, desde quando começou a pesquisa em 2010.

O percentual encerrou o ano de 2023 com 90,1% de consumidores endividados. De acordo com o assessor econômico da Fecomércio/RR, Fábio Martinez, o cartão de crédito é um dos principais motivos do endividamento.

“O principal destaque apresentado para o crescimento das dívidas foi o cartão de crédito, que aumentou mais de 17 pontos percentuais, comparando com o mesmo período de 2022. A pesquisa destaca também um aumento das famílias que estão muito endividadas, saindo de 8,5% para os atuais 15,9%”, aponta.

Dessa forma, a nível nacional, Roraima é a terceira unidade da federação com maior número de famílias endividadas. O estado subiu quatro posições em relação ao ranking de 2022.

“A Peic mostrou que, pela primeira vez em treze anos, as famílias roraimenses terminaram o ano mais endividadas do que começaram. Outro ponto que merece destaque no estudo da CNC é o comprometimento da renda das famílias com essas dívidas, pois nunca esteve tão alto assim, ultrapassado os 30% e mostrando um dado preocupante”, complementa o presidente do Sistema Fecomércio em Roraima, Ademir dos Santos.

O percentual de famílias inadimplentes em Roraima também cresceu saindo de 34,7% em dezembro de 2022 para 47,6% em dezembro de 2023, sendo esse o segundo maior percentual para o mês de dezembro.

Endividamento e inadimplência aumentam mais na região Norte

É importante distinguir os conceitos de inadimplência e de endividamento. Enquanto as famílias estão conseguindo pagar suas dívidas, elas são consideradas endividadas. Mas, a partir do momento que a família deixa de pagar as contas, ela passa a estar inadimplente e com dívidas em atraso.

Embora a região Sul tenha a maior parcela de endividados do País, a região Norte apresentou a maior taxa de crescimento anual. Os cinco estados mais endividados foram Paraná, Minas Gerais, Roraima, Espírito Santo e Ceará.

Por outro lado, os menos endividados foram Alagoas, Mato Grosso do Sul, Bahia, Pará, Goiás e São Paulo. A região Norte tem duplo destaque: o maior número de famílias inadimplentes e o maior aumento de um ano para outro.

Fonte: Da Redação

0
Would love your thoughts, please comment.x