Serasa lança ‘Manual do Crédito Consciente’ com orientações sobre finanças e riscos do endividamento

Guia com 28 páginas digitais, está disponível gratuitamente no site da empresa. Ele reúne informações básicas e dicas práticas, como o uso mais adequado do cartão de crédito, por exemplo

Serasa lança ‘Manual do Crédito Consciente’ com orientações sobre finanças e riscos do endividamento
Cartão de crédito é uma das principais dívidas das famílias – Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Essencial na rotina do brasileiro, o crédito se revela um dos principais benefícios do consumidor e fundamental para equilibrar o orçamento. No entanto, essa ferramenta financeira precisa ser utilizada com responsabilidade, como mostra o Manual do Crédito Consciente lançado pela Serasa.

O guia, com 28 páginas digitais, disponível gratuitamente no site da empresa, reúne informações básicas e dicas práticas. Dentre as sugestões está o uso mais adequado do cartão de crédito e orientações para a contratação responsável de um empréstimo.

Dividido em cinco seções, o manual esclarece as principais dúvidas dos consumidores. Redigida com linguagem bem acessível, a cartilha aborda, por exemplo, o conceito de crédito e suas funcionalidades, mostra os principais passos para alcançar crédito de forma responsável, estimula relações saudáveis com o dinheiro, orienta sobre recursos emergenciais e contribui para evitar o endividamento.

De acordo com o gerente do Serasa Crédito, Lucas Barleta, eles trabalham para ampliar a consciência sobre a organização financeira e o acesso ao recurso.

“O Manual surge para reforçar a importância do conhecimento e de estabelecer uma organização para que o cartão de crédito e os financiamentos não se tornem vilão no orçamento dos brasileiros”, destaca.

Comportamento do consumidor com o crédito

Para acompanhar o lançamento do Manual, a Serasa encomendou uma pesquisa especial ao Instituto Opinion Box. Conforme o estudo, 70% dos consumidores têm pelo menos dois cartões de crédito – e 39% usam três ou mais cartões ao mesmo tempo.

Dentre as principais finalidades para o uso do crédito está a compra de roupas, calçados, eletrodomésticos e mantimentos no supermercado. Ou seja, isso mostra o papel que o cartão de crédito tem como complemento de renda da família brasileira.

Segundo a pesquisa, a principal finalidade de contratação de empréstimos é o pagamento de dívidas, apontado por 34% dos entrevistados.

“Esse dado reforça a busca por crédito para lidar com a inadimplência. Entretanto, com altos índices de inadimplência no segmento bancário (que corresponde a 29,6% de todas as dívidas do país), é importante que o consumidor tenha um planejamento financeiro para não retornar à situação de endividamento”, orienta.

A Lei do Superendividamento

A pesquisa aponte ainda que, 70% dos brasileiros ainda desconhecem a Lei do Superendividamento e seus benefícios. Previsto na lei número 14.181 de 2021, o decreto configura a pessoa superendividada como aquela que perdeu a capacidade de pagar suas dívidas com a sua renda mensal, sem comprometer sua subsistência. 

Com objetivo de evitar o endividamento, o manual traz uma seção específica, apontando os deveres e responsabilidades das instituições financeiras e enumera as principais causas e sinais de alerta para ajudar o consumidor a não perder o controle sobre as dívidas.

“Sabemos que os bancos e cartões ainda figuram como principal segmentos de inadimplência no Brasil. Mas acreditamos que a informação seja a chave para mudar esse cenário e construir jornadas de crédito ainda mais saudáveis”, reforça Barleta.

Consumidores podem acessar a pesquisa e baixar o Manual do Crédito Consciente de forma gratuita no Portal da Serasa: clique aqui.

Fonte: Da Redação

0
Would love your thoughts, please comment.x