Força-Tarefa é prorrogada pela 12ª vez em Roraima

Agentes vão exercer serviços de guarda, vigilância e custódia de presos até o dia 31 de outubro

Força-Tarefa é prorrogada pela 12ª vez em Roraima
Penitenciária está sob intervenção federal – Foto: Arquivo/Edinaldo Morais/Roraima em Tempo

A Força-Tarefa de Intervenção Penitenciária (FTIP) fica mais um período na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo (Pamc). Hoje (3), o Ministério da Justiça e Segurança Pública prorrogou a permanência pela 12ª vez.

Com a medida, os agentes federais vão exercer serviços de guarda, vigilância e custódia de presos, além das demais atividades em Roraima até o dia 31 de outubro.

A portaria está assinada pelo ministro Anderson Gustavo Torres.

De acordo com a portaria, os profissionais serão “disponibilizado pelo Ministério da Justiça e obedece ao planejamento definido”.

A Força-Tarefa atua no estado desde novembro de 2018, após solicitação da ex-governadora Suely Campos (PP).

A ex-governadora Suely Campos (PP) pediu a ajuda federal para controlar o episódio em que 33 presos morreram durante uma rebelião na Pamc, em janeiro de 2017.

Neste ano

Em fevereiro, o ministro André Luiz Mendonça permitiu que as tropas ficassem no estado até o dia 4 de maio. Entretanto, ele deixou claro que o prazo seria improrrogável. 

Contudo, em março, a Defensoria Pública da União (DPU) disse que a retirada dos agentes só deveria ocorrer mediante planejamento, devido aos riscos de agravamento da violência na penitenciária.

À época, o órgão solicitou ao Ministério da Justiça a elaboração de um plano para que ao término da força-tarefa estivesse em curso um cronograma elaborado junto com o Estado para a saída gradual dos agentes.

A DPU também solicitou ao governo a ampliação do quadro de policiais penais e a segurança prisional estivesse reforçada.

Depois disso, o governo prorrogou a força-tarefa até 21 de agosto. Agora, três semanas antes do fim do prazo, a estendeu a permanência mais uma vez.

Por Yara Walker

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x