Júri condena homem que matou vítima por dívida de R$ 70 em jogo de sinuca

Marlisson matou Wellington com uma faca no abdômen no ano de 2012 por causa de aposta em jogo

Júri condena homem que matou vítima por dívida de R$ 70 em jogo de sinuca
Pena fixada foi de 22 anos de prisão em regime fechado – Foto: Divulgação/TJRR

O Júri da Comarca de Rorainópolis condenou ontem (24) Marlisson Ferreira Lima a 22 anos de prisão em regime fechado.

Conforme a sentença obtida pela reportagem, a Justiça o condenou por matar, com uma facada no abdômen, Wellington Farias, em 2012.

De acordo com a denúncia do Ministério Público, o motivo da morte foi uma dívida de R$ 70 que a vítima tinha com o condenado, criada em um jogo de sinuca.

Caso

Conforme a denúncia, no dia 30 de setembro de 2012, os dois jogavam sinuca, e Wellington perdeu a aposta. Ao sair do local, o assassino pegou o capacete do homem e disse que só devolveria após o pagamento.

Logo depois, no dia 5 de outubro, a vítima chegou a um restaurante onde Marlisson estava para pegar o capacete. Segundo o ministério, ele levantou para ir a cozinha, acompanhado de Wellington.

“No local, de forma surpreendente, sem que a vítima esperasse, apoderou-se de uma faca e desfechou golpe fatal no abdômen, região do umbigo, dificultando a defesa”, narra o órgão.

Ele fugiu do local e só procurou a polícia cinco dias depois. Por causa disso, o júri entendeu que o homem utilizou o fator “surpresa” para matar a vítima.

“A pena foi adequada ao crime, que causou consequências irreparáveis a viúva e aos dois filhos pequenos da vítima”, disse a promotora Lara Von Held Fagundes.

Por Redação

Veja também

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x