Justiça mantém prisão de PM investigado por morte de adolescente em Rorainópolis

Débora dos Santos Bezerra, de 17 anos, foi encontrada morta com pelo menos três tiros na cabeça no dia 4 de maio

Justiça mantém prisão de PM investigado por morte de adolescente em Rorainópolis
Débora dos Santos Bezerra – Foto: Reprodução/Facebook

A Justiça de Roraima manteve a prisão preventiva do policial militar, de 34 anos, suspeito de matar a tiros Débora dos Santos Bezerra, de 17 anos, em Rorainópolis. O crime aconteceu em maio deste ano.

A decisão é do juiz Raimundo Anastácio Carvalho Dutra Filho, assinada no último domingo (7). Conforme o magistrado, “constam intactos os motivos da decretação”.

Relembre o caso

Débora dos Santos Bezerra foi achada no dia 4 de maio, às margens da vicinal 6, em Rorainópolis. A amiga da vítima contou à Polícia Civil que a jovem mantinha um relacionamento com o PM e que ele era casado. Conforme o relato, a adolescente recebeu uma mensagem do suspeito pedindo para que o encontrasse.

O vídeo de uma câmera de segurança mostra o momento em que o PM leva a adolescente para o local do crime e volta sozinho.

De acordo com o laudo da perícia feita no celular de Débora, o policial marcou um encontro com a vítima no dia do crime, 3 de maio.

Horas antes do assassinato da adolescente, o PM mandou uma mensagem para o WhatsApp da jovem e perguntou: “Vai fazer o que mais tarde?”. Em seguida, eles marcam de se encontrar depois das 23 horas. Veja prints do diálogo:

Polícia Civil prendeu o suspeito no dia 10 de maio, em um sítio em Rorainópolis, região Sul do estado.

Fonte: Da Redação

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x