Pai é preso suspeito de estuprar a própria filha de 12 anos

Segundo a Civil, na primeira investida do acusado, ele consumou a violência sexual e ameaçou a filha

Pai é preso suspeito de estuprar a própria filha de 12 anos
Homem foi preso na manhã desta quarta-feira (1º) em Normandia – Foto: Divulgação/PCRR

Um homem de 52 anos foi preso em Normandia por suspeita de estuprar a própria filha de 12 anos. A prisão foi executada pela Polícia Civil de Roraima (PCRR) na manhã desta quarta-feira (1º).

De acordo com informações, em julho de 2021, o Núcleo de Proteção à Criança e ao adolescente (NPCA) instaurou um inquérito policial para apurar o crime de estupro de vulnerável, ocasião em que foi representada pela de prisão preventiva do acusado.

Conforme as investigações, a vítima relatou que vinha sendo violentada por seu pai desde o mês de setembro do ano passado, quando ainda  tinha 11 anos de idade.

A menina morava com os pais, a avó e uma irmã mais nova. Segundo a PCRR, na primeira investida do acusado, ele consumou a violência sexual e ameaçou a filha. A vítima relatou ainda que o crime ocorria sempre na madrugada, quando a família estava dormindo.

A família somente tomou conhecimento do crime quando a mãe percebeu o comportamento depressivo da filha, que chegou a falar em suicídio. Ela chegou a perguntar filha o que estava acontecendo, mas ela decidiu se calar. Em junho deste ano, a menina revelou o que estava passando.

“A mãe da garota quando soube do acontecido separou-se do acusado. A avó materna da menina foi quem procurou a polícia e registrou o Boletim de Ocorrência”, disse o delegado titular de Normandia, Rodrigo Gomides.

A prisão do pai

O Poder Judiciário deferiu a prisão preventiva do acusado. Ao tomar conhecimento de que ele estaria numa comunidade indígena na região de Normandia, a equipe do NPCA pediu apoio da Delegacia do município.

“Montamos uma ação integrada e cumprimos a prisão dele na Comunidade Indígena Raposa I. O encontramos dormindo numa rede, embriagado, sendo que ele não reagiu à prisão”, complementou.

O acusado negou os fatos, inclusive a ameaça de estuprar a criança mais nova. Afirmou ser invenção da mãe em função de uma briga por causa de uma herança.

Por fim, os agentes encaminharam o homem para audiência de custódia na Comarca de Bonfim. Rodrigo Gomides destacou a importância da integração entre as unidades policiais no sentido de se combater a criminalidade.

“Essa ações são importantes, pois visam garantir a segurança do cidadão. No caso em questão, infelizmente a vítima é uma criança e o acusado do crime é o próprio pai, que deveria ser a pessoa a protegê-la. Mas a Polícia Civil agiu e cumpriu a prisão dele, que estará agora à disposição da Justiça”, concluiu.

Fonte: Da Redação

Veja também

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x