PF acha ouro na casa de envolvido em desvio de recursos em RR

Investigações mostram esquema de ex-parlamentar Abel Galinha para beneficiar empresas ligadas a ele

PF acha ouro na casa de envolvido em desvio de recursos em RR
Polícia Federal em Roraima – Foto: Divulgação

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (24) a Operação Suserano, que apura desvios de quase R$ 12 milhões em recursos federais. O ex-deputado Abel Galinha é alvo da ação.

Os policiais cumprem dez mandados de busca e apreensão em Boa Vista e Brasília, expedidos pela Justiça Federal de Roraima.

Na casa de um dos envolvidos os agentes encontraram ouro em estado bruto, sem comprovação de origem.

De acordo com a PF, houve assinatura de seis convênios com quatro empresas para obras e serviços em municípios do estado.

A reportagem tenta contato com Abel.

Detalhes da PF

As investigações mostram que ele, mesmo após o mandato, se beneficiava de emendas parlamentares dele, por meio de contratos com empresas com as quais tinha relação.

Conforme a polícia, Abel agia “como se fosse o dono das verbas públicas envolvidas, incluindo genro e o tesoureiro regional do partido cujo diretório é por ele presidido”. Ele é do Democratas.

Segundo a PF, levantou suspeitas a baixa quantidade de funcionários das empresas. Uma delas não tinha servidores. Além disso, outra situação era a falta de prestação de outros serviços para as prefeituras.

Godgfather

As investigações resultam da Operação Godfather, deflagrada em outubro de 2020. O inquérito investiga o envolvimento de Abel em fraudes de R$ 14 milhões na Secretaria de Estado da Saúde (Sesau).

Conforme a polícia, desde o ano de 2017, há suspeitas de organização criminosa para fornecer alimentos às unidades de saúde, inclusive o Hospital Geral de Roraima (HGR).

O intuito, de acordo com as investigações, era garantir a vitória de uma empresa já investigada pela PF, que apurava desvios de recursos públicos no Sistema Penitenciário somados em R$ 70 milhões.

Deputado federal por Roraima até 2018, ele tentou vencer como vice de José de Anchieta as eleições daquele ano para o Governo de Roraima. Contudo, eles perderam.

Posteriormente, entraram com ações na Justiça Eleitoral para afastar o governador Antonio Denarium, mas o PSDB e o DEM fecharam acordo com o gestor e as ações foram encerradas.

Por Redação

Veja também

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x