Polícia Civil prende homem suspeito de matar colega de trabalho no Cantá

Crime ocorreu no dia 9 de maio em uma fazenda onde o suspeito e a vítima trabalhavam

Polícia Civil prende homem suspeito de matar colega de trabalho no Cantá
Após a prisão, suspeito foi encaminhado à Audiência de Custódia – Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Civil de Roraima (PCRR) cumpriu na manhã desta quinta-feira (5) mandado de prisão preventiva contra um homem de 51 anos. Ele é suspeito de matar a tiros o colega de trabalho Luís Alberto Farias Milano Wanderson Nonato da Silva, de 32 anos.

O homem foi preso no projeto de Assentamento Passarão, cerca de 120 km da sede do município de Cantá, na região Norte de Roraima. Agentes da Seção de Investigação e Operação (Siop) cumpriram o mandado.

Conforme a PCRR, o homem é ainda suspeito de tentativa de homicídio do outro colega de trabalho, de 19 anos, que conseguiu fugir e se esconder do suspeito numa mata.

O Crime

De acordo com o delegado titular do Cantá, Ronaldo Sciotti, o homicídio ocorreu por volta das 20 horas do dia 9 de maio deste ano, em uma fazenda na Vicinal II, na Confiança II, do município do Cantá.

Luís Alberto, segundo o boletim de ocorrência, teria sido morto após ser atingindo por tiros de espingarda disparados pelo suspeito.

De acordo com o delegado, no dia do crime, o suspeito, a vítima e o outro homem de 19 anos estavam reunidos em um bar.

Depois disso, por volta das 11h da manhã, Luís Alberto e o jovem retornaram para a fazenda. O suspeito, entretanto, continuou no bar até às 20 horas, quando retornou para a fazenda em estado avançado de embriaguez.

No local ele foi até o barracão onde os colegas pernoitavam e os convidou para o acompanharem até um telefone público para fazer uma ligação para o filho, mas eles negaram o convite.

O suspeito saiu sozinho, retornando pouco depois portando uma espingarda e indo em direção a Luiz Alberto e efetuando um disparo.

O outro homem, ao perceber que também seria atingindo saiu correndo e ouviu um disparo em sua direção. Ele permaneceu escondido na mata e só ao amanhecer retornou à fazenda, encontrando Luiz já sem vida.

Segundo o delegado no dia seguinte ao crime, o acusado retornou ao bar onde estava bebendo e confessou ter matado seus companheiros.

“Logo em seguida tiveram início as diligências para prender o acusado, que já sabia que estava sendo procurado pela Polícia e vinha se escondendo. Mas nesta quinta, os agentes acabaram localizando ele no Projeto de Assentamento Passarão, onde se escondia”, contou o delegado.

Após os trâmites formais na delegacia, A PCRR encaminhou o suspeito à Audiência de Custódia, em Boa Vista.

Fonte: Da Redação

0
Would love your thoughts, please comment.x