Polícia Civil prende homem por matar amigo a pauladas no Cantá

Crime ocorreu no dia 2 de junho deste ano na vicinal 8, no Cantá, região Norte de RR

Polícia Civil prende homem por matar amigo a pauladas no Cantá
Após a prisão suspeito ficará à disposição da Justiça de RR – Foto: Divulgação/PCRR

A Polícia Civil de Roraima (PCRR) cumpriu na manhã desta quarta-feira (4) mandado de prisão preventiva contra um homem de 23 anos. Ele é suspeito do homicídio de Wanderson Nonato da Silva.

O homem foi preso no município de Cantá, na região Norte de Roraima. Agentes da Seção de Investigação e Operação (Siop) cumpriram o mandado.

Conforme a PCRR, o suspeito cometeu o homicídio porque a vítima se recusou a emprestar a motocicleta para ele. Após a prisão, o homem confessou o crime. Agora ele ficará à disposição da Justiça.

O Crime

De acordo com o delegado titular do Cantá, Ronaldo Sciotti, o homicídio de Wanderson Silva ocorreu por volta das 22 horas do dia 2 de junho deste ano, na Vicinal 8, Tatajuba II, na Confiança III, do município do Cantá.

A vítima, explica o delegado, estava deitada em uma rede, na varanda da residência onde vivia, quando o suspeito chegou com um pedaço de pau e o golpeou.

Depois disso, a vítima ainda tentou se levantar, mas foi golpeado por diversas vezes e quando caiu no chão foi estrangulado. Em seguida, ao constatar a morte da vítima, o suspeito arrastou o corpo até um igarapé, com a intenção de ocultar o cadáver.

Logo após da notícia do crime, a equipe da PCRR no Cantá iniciou as investigações até chegar à identidade do autor.

Todo o crime foi presenciado por um amigo do suspeito e da vítima, que disse que ficou embriagado e em estado de choque como resultado de ter presenciado o homicídio.

“Essa testemunha estava bebendo com o infrator desde cedo e saíram para comprar mais cachaça. No caminho o acusado viu a vítima deitada e pediu para aguardar um pouco que iria falar com ele, ocasião em que cometeu o crime”, conta o delegado.

Antes de ser preso, o suspeito fugiu da polícia. Por isso, o delegado pediu à Justiça de Roraima a prisão preventiva do homem.

Fonte: Da Redação

0
Would love your thoughts, please comment.x