Suspeito de encomendar mortes em Roraima é preso no Piauí

Todos os crimes tem relação com um esquema de contrabando de alho da Guiana

Suspeito de encomendar mortes em Roraima é preso no Piauí
Prisão do suspeito contou com apoio de agentes da PRF do Piauí

Uma ação envolvendo policiais civis de Roraima e agentes da Polícia Rodoviária (PRF) do Piauí resultou na prisão de um homem apontado como suspeito de ser o mandante de quatro homicídios no Estado.

Conforme investigações da Delegacia Geral de Homicídios (DGH), todos os crimes tem relação com um esquema de contrabando de alho da Guiana. A prisão do homem conhecido como “Lodinho” ocorreu no fim da manhã desta quinta-feira (22), na cidade de Parnaíba (PI).

Os crimes de “Lodinho” vieram a tona no dia 26 de junho, após uma tentativa de homicídio contra um comerciante de 27 anos.

Na ocasião, a vítima estava acompanhado do filho de de um ano e dois meses e de um amigo. Ao parar em um comércio situado na avenida Nazaré Filgueiras, no bairro Pintolândia, ele acabou sendo surpreendido por tiros que foram disparados por um veículo Corolla.

Apesar do enorme risco, o comerciante e as demais pessoas que o acompanhavam não foram atingidas. Ele revelou que reconheceu uma das pessoas que atirou contra ele, apelidado de “Caburé”.

Não tardou muito para que os agentes conseguissem prender quatro pessoas envolvidas no ataque, dois deles recém chegados do Maranhão. Eles revelaram que “Lodinho” os contratou para matar o comerciante, recebendo R$ 5 mil pelo serviço.

Ainda segundo a DGH, três dois detidos relataram que participaram da tentativa de homicídio. O veículo usado no crime foi localizado na Vila São Silvestre, município de Alto Alegre.

OUTROS CRIMES

De acordo com Luciana Kulay, delegada da DGH, “Lodinho” estava residindo no Pará. Uma equipe do órgão foi deslocado para o estado após autorização da Justiça.

“Em primeiro momento ele estava no Pará e depois se deslocou para uma cidade do Maranhão. Em seguida as diligências apontaram que ele já estava numa cidade do Piauí. Fizemos contato com a PRF e pedimos o apoio, repassando o endereço em que ele estava. Os policiais rodoviários o prenderam e o apresentaram numa Delegacia de Polícia Civil”, detalhou.

Ao todo, quatro inquéritos contra “Lodinho” tramitam na DGH, todos eles o colocando como mandante dos crimes, sendo a motivação a disputada pelo comércio ilegal de alho oriundo da Guiana.

“O nosso próximo passo é representar pelo recambiamento de Lodinho do Piauí para Roraima, pois temos, além desses inquéritos, a suspeita da participação dele em outros crimes. Consideramos este trabalho de investigação de extrema importância, uma vez que com a identificação de todos os integrantes desta organização criminosa, conseguimos esclarecer vários crimes que estavam sem resolução na DGH”, finalizou.

Fonte: Da Redação

Veja também

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x