Suspeitos de roubo a bancos no Amazonas são presos em Roraima

Quadrilha pretendia se instalar em Roraima, mas foi presa pela Polícia Civil

Suspeitos de roubo a bancos no Amazonas são presos em Roraima
Além das prisões, Polícia Civil apreendeu mobília dos suspeitos

Suspeitos de roubos a bancos no Amazonas foram presos em Roraima pela Polícia Civil de Roraima (PCRR) na manhã desta sexta-feira (23), em Boa Vista.

Em apoio à Operação “Avião Pagador”, a PCRR cumpriu quatro mandados de prisão. Policiais também executaram um mandado de busca e apreensão de dois veículos e um domiciliar.

A Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD) do Amazonas deflagrou a Operação. Os suspeitos são apontados como autores de roubos a bancos, sendo que o último ocorreu no dia 29 de junho deste ano.

De acordo com a diretora do Departamento de Narcóticos, delegada Darlinda Moura, uma equipe policial do Amazonas veio à Roraima e pediu apoio na Operação.

Conforme a PCRR, a ação é para desarticular uma organização criminosa responsável pelo roubo de cerca de R$ 2 milhões. O dinheiro estava sendo transportado para uma agência bancária em Nova Olinda do Norte – AM, no dia 29 de junho.

Os policiais amazonenses estavam investigando quatro integrantes da organização, que saíram do Amazonas para Roraima no intuito de fixar uma “base” no Estado.

“Os suspeitos vinham sendo investigados pelos policiais amazonenses e as diligências apontavam que eles tinham migrado para Roraima com o objetivo de montarem uma base no Estado e, assim, transferirem a atuação criminosa deles”, explicou a delegada.

Segundo as investigações, os suspeitos acabaram de mudar para Roraima. A mobília deles estava embalada, vindo do Amazonas na noite de ontem (22).

Avião Pagador

A operação “Avião Pagador” resultou na prisão de oito pessoas, sendo quatro em Boa Vista. De acordo com o delegado Denis Pinho, titular da DERFD do Amazonas, as investigações iniciaram logo após o crime ocorrer. Os policiais constataram que cinco indivíduos fortemente armados interceptaram um carro-forte.

Na ocasião, eles roubaram R$ 2 milhões que estavam sendo levados para uma agência bancária. Os suspeitos também levaram os armamentos dos vigilantes.

Em Boa Vista

Durante o cumprimento dos mandados, além das quatro pessoas presas, a Civil apreendeu dois veículos, bem como a mobília.

Por fim, o grupo responderá pelos crimes de roubo majorado, organização criminosa e lavagem de dinheiro. A Central de Flagrantes formalizou a prisão dos quatro em Boa Vista. Posteriormente, eles serão recambiados para o Amazonas.

0
Would love your thoughts, please comment.x