ALE-RR muda audiência pública sobre LDO 2025 para 27 de junho

Inicialmente, a audiência pública estava marcada para o dia 13 de junho; a população e sociedade civil organizada ainda podem mandar sugestões via formulário online

ALE-RR muda audiência pública sobre LDO 2025 para 27 de junho
Sessão na Assembleia Legislativa de Roraima – Foto: ALE-RR/Divulgação

A Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR) adiou a audiência pública sobre a LDO 2025 para o dia 27 de junho, a partir das 9h, no Plenário Deputada Noêmia Bastos Amazonas. A Casa aprovou a data durante sessão nesta terça-feira (11).

Inicialmente, a audiência estava marcada para esta quinta-feira (13). Entretanto, deputados resolveram mudar a data sob a justificativa de terem mais tempo para discutirem a matéria.

Ademais, a população e sociedade civil organizada ainda podem mandar sugestões via formulário online até o dia 4 de julho.

“A audiência pública tem como finalidade debater todos os aspectos que vão impactar o orçamento na vida da população roraimense. Atualmente, a peça orçamentária se encontra na Procuradoria Jurídica da Casa Legislativa para análise”, detalhou a ALE.

ALE apura irregularidades orçamentárias

Outra razão que pode ter adiado a audiência pública é a investigação sobre possíveis irregularidades financeiras e orçamentárias por parte do executivo estadual.

Também nesta terça-feira, a Assembleia Legislativa de Roraima criou uma comissão especial para apurar indícios de irregularidades no Governo de Roraima.

O pedido partiu do deputado Jorge Everton (União). Segundo ele, o Executivo abriu créditos extraordinários até maio deste ano, mesmo alegando déficit de R$ 400 milhões no orçamento para 2024.

“Estamos na iminência de votar a Lei de Diretrizes Orçamentárias [LDO] e as denúncias que ele traz nesses documentos são graves. E precisamos estar antenados para que possamos votar a LDO sem deslizes. Por isso criamos a comissão especial para tratar dessa matéria em regime de urgência, para facilitar a discussão da LDO e as adequações que forem necessárias”, argumentou o presidente da Assembleia Legislativa, Soldado Sampaio (Republicanos).

Fonte: Da Redação

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x