Após seis meses de estiagem, governador autoriza uso de R$ 13 milhões que estavam ‘guardados’ nos Bombeiros e na Fundação de Meio Ambiente

Autorização para uso das verbas ocorreu somente depois que governador decretou estado de emergência que autoriza compras sem a devida licitação

Após seis meses de estiagem, governador autoriza uso de R$ 13 milhões que estavam ‘guardados’ nos Bombeiros e na Fundação de Meio Ambiente
Registros de focos de incêndio/Foto: Divulgação CMBR-RR

O governador Antonio Denarium (Progressistas) assinou dois decretos de superávit financeiro para prevenção e combate a sinistros no Corpo de Bombeiros e para gestão de recursos hídricos na Fundação de Meio Ambiente (Femarh) no dia 13 de março.

Para os bombeiros o valor foi de R$ 1,6 milhão, enquanto para a Femarh foi de R$ 1 milhão. O superávit significa que este dinheiro sempre esteve na conta dessas Secretarias e que o Governo poderia administra-lo como bem entendesse. Ou seja, só agora, depois que o Estado quase todo pegou fogo, é que o governador resolveu investir no dinheiro que tinha guardado.

Em seguida, Denarium assinou mais um decreto de superávit para o Fundo Estadual de Meio Ambiente, que é gerenciado pela Femarh. O valor foi de R$ 4,3 milhões. Conforme o decreto, o valor vai para a gestão do fundo e o documento não especifica exatamente em que o Governo vai gastar esse dinheiro.

Logo depois, o governador assinou mais um decreto de superávit no Fundo de Reequipamento do Corpo de Bombeiros Militar de Roraima no valor de R$ 6,2 milhões. Assim como no caso da Femarh, o decreto também só diz que o dinheiro será usado pelo fundo, mas não especifica exatamente em que.

Governador pode fazer compras sem licitação

O dinheiro que estava guardado nas contas da Femarh e dos Bombeiros, e que o Governo resolveu investir só agora, soma R$ 13 milhões. Dinheiro esse que poderia estar sendo investido em ações preventivas de combate às queimadas desde o ano passado quando as instituições meteorológicas começaram a anunciar que os efeitos do El Niño seria forte na região Norte.

Mas o governador guardou todo dinheiro e só resolveu investir agora depois dos prejuízos e de um decreto que libera para fazer compras sem licitação.

Fonte: Da Redação

Veja também

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x