Presidente do PSL Mulher visita Roraima para encerramento de curso

Encerramento do curso ocorre a partir das 19h, na sede do PSL em Roraima

Presidente do PSL Mulher visita Roraima para encerramento de curso
Senadora é presidente nacional do PSL Mulher – Foto: Roque de Sá/Agência Senado

A presidente nacional do PSL Mulher, a senadora Soraya Thronicke (PSL/MS), chegou a Roraima nesta sexta-feira (17) para encerramento de curso sobre a participação de mulheres na política.

O curso “PSL Mulher” é o primeiro curso de educação política do partido. O encerramento ocorre a partir das 19h, na sede do PSL, na avenida Capitão Júlio Bezerra, 749, no Centro.

Em entrevista à Rádio 93 FM na tarde de hoje, a senadora afirmou que veio ao estado “para apoiar tanto mulheres quanto homens que estão querendo inovar na política partidária.

Conforme a senadora, a participação da mulher na política já está crescendo. Todavia, a parlamentar explica que ainda é preciso de maior apoio dos homens neste âmbito.

“O que nós precisamos é do apoio dos maridos, dos filhos, porque pelo PSL as portas estão todas abertas, mas aí as pessoas não querem ver suas esposas, suas mães, suas amigas, suas tias num ambiente hostil, principalmente hoje na política que é um momento de muito ódio”, contou.

Nesse sentido, a senadora pediu o maior engajamento das mulheres na política partidária, principalmente daquelas que acreditam ter vocação nesta área.

“Tem muita porta aí e a nossa porta aberta é para aquelas pessoas novas, aquelas pessoas que não têm chance naquele partido que tem o nome coroné, de coronelismo”, relatou a presidente do PSL.

Ainda conforme a parlamentar, Roraima é o primeiro estado com um curso voltado à formação e educação de mulheres para a política. Esse pioneirismo, de acordo com senadora, se deve à dedicação do público feminino da política.

“É um orgulho para nós, o PSL está começando e está crescendo aqui no estado de Roraima e eu vim dar esse apoio”, concluiu.

Crise migratória

Durante a entrevista a parlamentar falou ainda sobre a crise migratória no estado de Roraima. De acordo com ela, antes de reabrir fronteiras é preciso pensar em como acolher as pessoas de forma digna.

“O que a gente precisa primeiro é consertar a casa para depois, der repente, trabalhar para reabrir essas fronteiras. E aí quem sofre são os brasileiros, então na verdade não queremos que ninguém sofra”, finalizou.

Mulheres na política

O curso de educação política para mulheres do PSL Mulher é parte do projeto Brasil Certo. A ação tem como objetivo inspirar mulheres a construírem soluções práticas em cada uma das cidades brasileiras.

A princípio, o projeto pretende simplificar temas importantes, semear a cidadania responsável e juntar pessoas que querem resolver os problemas de forma definitiva.

Fonte: Da Redação

Veja também

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x