Senador comemora ‘vitória’ após perder ação contra jornalistas de Roraima

Telmário Mota (PROS) acusou jornalistas de veicular informação falsa, mas Justiça negou pedido

Senador comemora ‘vitória’ após perder ação contra jornalistas de Roraima
Telmário Mota no plenário do Senado Federal – Divulgação/Agência Senado

O senador Telmário Mota (PROS) perdeu a ação contra os jornalistas Bruno Perez e Iury Carvalho, da TV Imperial. Ele acusou os profissionais de veicular informação falsa. A decisão contra o processo do senador é da juíza Rafaelly da Silva Lampert do Tribunal de Justiça de Roraima (TJRR).

No entanto, nas redes sociais, o parlamentar publicou a vitória na decisão. Ele informou que a Justiça julgou a ação como procedente, ou seja, a seu favor.

Em junho de 2021, os jornalistas divulgaram que a Polícia Federal (PF) investigava o senador. Dois meses depois, a PF afirmou que não tinha mais provas para corroborar com a narrativa da linha de investigação. No entanto, a juíza entendeu que à época da notícia, o senador era, de fato, considerado suspeito.

“A Justiça Estadual de Roraima julgou procedente a Ação de Direito de Resposta do Senador Telmário Mota contra a TV Imperial, devido às falsas acusações dos jornalistas Bruno Perez e Iury Carvalho, no programa Mete Bronca, no qual acusaram o parlamentar de envolvimento com o suposto caso de desvio de verbas da Sesau para o combate à Covid-19, em junho de 2021”, publicou.

Logo, a magistrada avalia que a notícia não era falsa. Isto porque à época da publicação da matéria o senador era alvo de investigações.

“A simples conclusão de que “o resultado da investigação não encontrou qualquer indício de prática de ilícitos em desfavor do autor” não ilide a veracidade de que o autor foi investigado. A matéria não se reportou ao autor como culpado, acusado, réu ou condenado como resultado de ação penal, mas, tão somente, como investigado”, justificou.

‘Fake news’

Dessa forma, a juíza julgou a ação como improcedente e condenou o Telmário ao pagamento das custas, despesas processuais e honorários advocatícios. O Roraima em Tempo procurou a defesa do senador e aguarda retorno.

O jornalista Iury Carvalho adiantou à reportagem que a TV Imperial pretende processar o parlamentar pela divulgação de notícia falsa. Além disso, disse estar surpreso com o tratamento de Telmário à imprensa e ao judiciário.

“As perseguições à liberdade legal de expressão já foram evidenciadas várias vezes pela sociedade quando ele, sem credibilidade nenhuma, se pronuncia. Além da audaciosa divulgação de fake news de uma decisão judicial. Não é a primeira e nem a última que um político atenta contra a imprensa e jornalistas, mas a diferença é que temos a confiança da população, a mesma que ele perdeu há muito tempo”, avaliou.

Senador e investigações

Em junho de 2021, a TV Imperial revelou detalhes do inquérito em que Telmário era alvo de investigações. Os documentos do Ministério Público Federal (MPF) apontaram o possível envolvimento do senador na compra de aparelhos de ar-condicionado para o Hospital Regional Sul Governador Ottomar de Souza Pinto, em Rorainópolis.

Ele era suspeito de indicar operador para direcionar os contratos. As investigações do inquérito não encontraram elementos para comprovar a participação dele, mas não descartou a realização de novas diligências para apurar o caso.

As investigações chegaram ao fim em agosto do ano passado, dois meses após a veiculação da matéria.

Fonte: Da Redação

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x