Vereadores de oposição travam pauta e seletivo da saúde com mais de 120 vagas não é votado pela segunda vez na Câmara de Boa Vista

Pedido de vistas dos vereadores Ítalo Otávio e Nilson Bispo podem atrasar a ampliação de serviços de saúde para a população como entrega de novas UBSs e de ambulâncias, bem como ampliação de equipes do Samu

Vereadores de oposição travam pauta e seletivo da saúde com mais de 120 vagas não é votado pela segunda vez na Câmara de Boa Vista
Vereadores Nilson Bispo e Ítalo Otávio – Foto: Divulgação

A Prefeitura de Boa Vista enviou um Projeto de Lei para a Câmara Municipal para que o município possa realizar um processo seletivo para a saúde. Entretanto, os vereadores Ítalo Otávio e Nilson Bispo pediram vistas na semana passada e hoje, o que está atrasando o andamento do processo.

Com o seletivo, a Prefeitura o seletivo visa atender as necessidades atuais, observando a crescente demanda pelos serviços de saúde, a ampliação dos serviços municipais com a implantação de novas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e consequente ampliação de equipes de Saúde da Família.

Além disso, o município pretender atender a necessidade de ampliação da frota do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Dessa forma, a prefeitura irá operacionalizar mais duas ambulâncias com respectivas equipes de profissionais.

Contudo, o prefeito Arthur Henrique enviou o PL no dia 14 de abril, mas na semana passada o vereador Ítalo Otávio pediu vistas. Já nesta terça-feira (30) foi a vez de Nilson Bispo.

Para a vereadora Regiane Matos, a atitude dos parlamentares é uma manobra para atrapalhar o andamento do processo. Conforme a parlamentar, o seletivo proporcionará melhor qualidade dos atendimentos de saúde da população.

“É mais uma cena muito triste hoje. Mais um pedido de vista que a gente sabe que só vai protelar ainda mais. Inclusive a entrega de unidade de saúde, a entrega de ambulância do Samu. Nós sabemos que temos duas carretas de saúde da mulher que também precisam ser entregues para a população, porém precisa desse seletivo para complementar o número de profissionais para complementar as equipes dessas unidades”, explicou.

Vereadores de oposição

A vereadora disse ainda que oposição é necessária, mas desde que não atrapalhe o processo de melhorias para as pessoas.

“A realidade é triste. Eu sempre venho falando que fazer oposição é necessário. É um processo democrático desde que esse processo não atrapalhe a realidade num cenário onde a gente vem lutando para oferecer uma saúde melhor para a população”.

Ítalo Otávio atua na oposição desde o início da atual gestão. Entretanto, o seu pedido de vistas, assim como o de Nilson Bispo podem atrasar a ampliação de serviços para a população como entrega de novas UBSs e de ambulâncias, bem como ampliação de equipes do Samu.

Por outro lado, Nilson Bispo atuava na situação, mas depois de rumores de negociações entre ele e o grupo do Governo, ele anunciou seu apoio à possível candidatura da Catarina Guerra.

Fonte: Da Redação

Veja também

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x