4 pedidos de impeachment: deputados estão desacreditados na opinião pública

Nas redes sociais, os comentários da população são apenas de que não vai dar em nada

4 pedidos de impeachment: deputados estão desacreditados na opinião pública
Plénario Ale-RR -Foto: Divulgação/ALE-RR

Os deputados de Roraima estão cada vez mais desacreditados. O povo já não acredita que eles venham a executar o verdadeiro papel de um parlamentar. Atualmente, há quatro pedidos de impeachment contra o governador Antonio Denarium (PP) na Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR). O primeiro foi iniciativa do jornalista Bruno Perez. Ele protocolou o documento no dia 6 de fevereiro. No entanto, até o momento, o presidente da Casa, Soldado Sampaio ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Os outros três pedidos partiram do advogado Marco Vicenzo. Ele, assim como Bruno Perez, usou em um dos pedidos a postura do chefe de Estado com os Yanomami ao chama-los de bichos. Os outros dois relatam crimes de responsabilidade envolvendo a Sesau e a Setrabes.

Em um Legislativo onde os parlamentares fazem valer as leis e fiscalizam o Executivo, o primeiro pedido de cassação já estaria bem adiantado. E também não existiria tantos problemas nas Saúde.

Mas basta olhar para poucos meses atrás e lembrar que os deputados aprovaram a criação de mais de 1.500 cargos comissionados e mais de 5 novas secretarias. E tudo nas vésperas das eleições. Assim, é fácil concluir o por quê.

Os parlamentares aprovaram ainda, também a pedido do governador, Estado de Calamidade Pública devido à pandemia, mesmo sem haver mais surto ou pico de casos de Covid-19 em Roraima. Tudo para que o governador, em ano eleitoral, pudesse comprar cestas básicas e distribuir. O motivo? Basta olhar nas redes sociais a quantidade de deputados presentes nas entregas de cestas. Eles faziam questão de fazer publicações em suas redes sociais.

Depois disso tudo, o que a população espera dos deputados? Os comentários nas reportagens sobre os quatro pedidos de impeachment são inúmeros. Mas todos com o mesmo sentido: o povo não acredita mais nos deputados.

Fonte: Da Redação

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x