Após matéria no Roraima em Tempo, Ministério Público cobrou Sesau sobre pagamento do Cecor

Dívida da Sesau com a clínica era de quase R$ 1 milhão, mas depois de denúncia da imprensa e cobrança do MPRR, secretaria pagou metade do valor

Após matéria no Roraima em Tempo, Ministério Público cobrou Sesau sobre pagamento do Cecor
Fachada do MPRR – Foto: Arquivo/Roraima em Tempo/Edinaldo Morais

O Ministério Público de Roraima (MPRR) cobrou a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) sobre o pagamento atrasado do Centro Oncológico de Roraima (Cecor). O órgão pediu as informação logo após a denúncia do Roraima em Tempo, no dia 13 de dezembro.

“… sirvo-me do presente para solicitar informações sobre a situação narrada e quais providências estão sendo adotadas para solução do caso”, escreveu o promotor Igor Naves, titular da Promotoria de Justiça de Defesa da Saúde.

O promotor pediu que a Sesau enviasse as informações em até 10 dias após o recebimento do documento, acompanhadas dos respectivos documentos comprobatórios.

Sesau pagou metade da dívida

Nesta quarta-feira (27), a Sesau enviou nota para esta redação informando que pagou duas notas ao Cecor. Sendo uma no dia 21 e outra ontem (26). Ao pesquisar as informações, esta coluna constatou que tratam-se das notas referentes aos meses de dezembro de 2022 (R$ 263 mil) e setembro de 2023 (R$ 196 mil).

Entretanto, o valor total da dívida era de R$ 916 mil e ainda falta a Sesau pagar a metade do valor, que corresponde aos meses de maio e outubro de 2023. Confira na imagem abaixo:

Dinheiro tem…

Conforme a tabela acima, a Sesau estava devendo á clínica há um ano. E isso faz lembrar daquele ditado criado e proclamado pelo próprio governador Antonio Denarium (Progressistas): dinheiro tem, falta gestão.

E realmente falta gestão. Porque não é somente o Cecor que tem pagamentos atrasados para receber da saúde. No último dia 13, por exemplo, o Roraima em Tempo mostrou que a Sesau tinha 18 notas para pagar à Clínica Renal, que somavam R$ 9,7 milhões.

O Centro de Oncologia de Roraima, assim como a Clínica Renal presta serviços imprescindíveis dos quais os pacientes dependem para viver que são quimioterapia e hemodiálise.

 

 

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x