Arraial custa R$ 10 milhões, mas Denarium é quem faz a festa

Assim como a saúde, a transparência também não é prioridade no governo fanfarrão de Antonio Denarium; prova disso é a contratação de R$ 8,8 milhões somente para estrutura da festa do arraial no Parque Anauá

Arraial custa R$ 10 milhões, mas Denarium é quem faz a festa
Governador Antonio Denarium – Foto: Reprodução/Redes Sociais

Fanfarrão

O arraial do Governo de Roraima começa hoje no Parque Anauá. Mas quem faz a festa mesmo é o governador Antonio Denarium que está gastando cerca de R$ 10 milhões no evento. Isso mesmo. O governador que diz que não tem dinheiro para convocar policiais e que deixa a saúde das pessoas na UTI, vai gastar todo esse dinheiro em uma festa de apenas 5 dias. Por outro lado, Denarium não paga o tratamento dos pacientes renais graves e dívida já chegou a ultrapassar R$ 8 milhões. Assim é o governo fanfarrão de Denarium.

Maternidade

Denarium tem muita facilidade em gastar milhões com festas. Assim foi na Expoferr do ano passado, está sendo no arraial deste ano e assim deve ser na Expoferr deste ano. Mas e se ele se colocasse pelo menos uma vez no lugar das gestantes que precisam dos serviços da maternidade de lona e usasse dinheiro para concluir a maternidade com a mesma facilidade? O que ele ganharia com isso? Talvez ele não ganhe a mesma coisa que ganha quando faz festas milionárias. Mas resolveria esse problema crônico que ele deixa se arrastar há mais de dois anos.

Sem transparência

É importante lembrar que o processo para a contratação da empresa que está responsável pela estrutura do arraial no Parque Anauá não cumpre requisitos da transparência. Esses requisitos estão em lei para garantir que não haja desvios de dinheiro nas contratações públicas. De acordo com o documento que o Roraima em Tempo teve acesso com exclusividade nessa segunda-feira (24), a Secretaria de Cultura do Estado não deu transparência à licitação, pois deixou de publicar documentos importantes no Diário Oficial do Estado. Ou seja, não cumpriu a Lei. Mas por qual motivo?

Covardia

A Sesau agiu de forma covarde ao retirar funcionários e equipamentos da Clínica Renal de dentro do HGR. Até a PM estava no local para isso. Além disso, a Secretaria nem se quer deu uma satisfação aos pacientes de como iriam continuar o tratamento depois disso. Conforme fontes da coluna, a Sesau contratou das empresas para substituição da Clínicas Renal. No entanto, elas não tem equipamentos suficientes para atender a demanda de pacientes de Roraima que são mais de 300. Além disso, os funcionários nem se quer ainda passaram por treinamento para iniciarem o trabalho. E assim o Governo trata os pacientes renais em Roraima.

Afastamento

Por esse e vários outros motivos, uma denúncia pede ao TCE-RR o afastamento da secretária de Saúde Cecília Lorezon. O Roraima em Tempo acessou o documento protocolado no TCE-RR nesta segunda-feira. As justificativas são inúmeras. Processos licitatórios irregulares, pessoas atuando de forma ilegal nesses processos, contratação de empresas envolvidas em escândalos de corrupção, auditoria do TCU em todos esses processos…. Enfim, uma infinidade de motivos plausíveis. É realmente imprescindível que o Governo afaste Cecília da Sesau enquanto o TCU realiza a auditoria. Mas será que o governador quer isso?

Perguntas:

  • Por que Denarium não deu publicidade aos documentos da contratação da empresa responsável pela estrutura do arraial do parque anauá?
  • E se Denarium pegasse esses R$ 10 milhões da festa e terminasse a reforma da Maternidade Nossa Senhora de Nazareth?
  • E se o governador usasse esses R$ 10 milhões para pagar o tratamento dos pacientes renais?

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x