Associação Yanomami diz que Denarium foi ‘cúmplice da trágedia’

Entidade que representa os indígenas repudiou as falas do governador de Roraima, onde ele defendeu o aculturamento de indígenas; para a associação, esse discurso reforça preconceitos e discriminação

Associação Yanomami diz que Denarium foi ‘cúmplice da trágedia’
Governador de Roraima, Antonio Denarium – Foto: Reprodução/Instagram

Em nota publicada no dia 30 de janeiro, a Hutukara Associação Yanomami repudiou as falas do governador de Roraima, Antonio Denarium (PP), onde ele defende o aculturamento de indígenas. Para a organização, o chefe do Executivo tem sido “cúmplice da tragédia”.

“Enquanto o povo Yanomami vive uma das maiores crises de sua historia, que vem sendo denunciada nos últimos anos pela Hutukara Associação Yanomami, o governador Denarium não só nega a realidade, como defende que os povos indígenas ‘têm que se aculturar, não podem mais ficar no meio da mata, parecendo bicho’”, diz a associação.

Durante entrevista à Folha de S. Paulo, o governador afirmou que a crise sanitária e humanitária que atinge os Yanomami é um problema que se arrasta há anos. Além disso, para ele, é impossível vincular o garimp0 à situação dos indígenas e que eles devem “se aculturar”.

“Tenho 260 escolas em comunidades. Eles querem ser advogados, professores, médicos. Eu acho correto. Eles [indígenas] têm que se aculturar, não podem mais ficar no meio da mata, parecendo bicho. Eles têm que estar lá com condição, com estrada, escola, posto de saúde, fazendo agricultura deles, produzindo macaxeira, farinha”, disse Denarium. …

A organização que representa os indígenas então afirmou que as declarações do governador de Roraima reforça precoceitos. Disse ainda que Denarium seria “cúmplice” da crise sofrida pelos Yanomami por permitir garimpos ilegais na Terra Indígena.

“É preciso repudiar com veemência a visão colonizadora sobre os povos indígenas do país que os reduz a animais, incapazes, ou qualquer subcategoria de sujeitos excluídos de direitos que devam se submeter aos modos de vida da cidade.”

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x