Cargo de chefe de órgão de controle agora é ocupado por ex-reitor investigado pelo desvio de R$ 3,2 milhões da Uerr

Duas das principais funções da Controladoria-Geral são: realizar auditoria nas licitações do Governo e promover a transparência

Cargo de chefe de órgão de controle agora é ocupado por ex-reitor investigado pelo desvio de R$ 3,2 milhões da Uerr
Regys Freitas – Foto: Divulgação/UERR

Órgão de controle 1

O governador Antonio Denarium (Progressistas) nomeou o ex-reitor da Universidade Estadual de Roraima (Uerr), Regys Freitas, como controlador-geral do Estado. O decreto de nomeação está no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (2). A única surpresa, no caso, é a publicação do diário logo no dia seguinte. É que Regys e Denarium são fortes aliados.

Órgão de controle 2

Mas o que chamou a atenção foi o fato de um reitor investigado pela Polícia Federal pelo possível desvio de R$ 3 milhões, ser designado a ocupar um cargo de chefia de órgão de controle. A Controladoria-Geral do Estado (Coger) é o órgão responsável pelas auditorias nos processos licitatórios do Governo. E, do mesmo modo, também é responsável pela condução da transparência pública no âmbito estadual. Para quem não lembra, a Polícia Federal cumpriu mandado de busca e apreensão no gabinete do então reitor, após apreender R$ 3 milhões oriundos do licitação na Uerr, escondidos em sacos de lixo.

População se manifestou

Nas redes sociais, a população se manifestou intensamente sobre a nomeação do ex-reitor na Controladoria. A grande maioria com muitas críticas ao Governo. Uma parte cobrou posicionamento do Ministério Público do Estado (MPRR). “Isso é uma afronta governador deveria dar exemplo, espero que a justiça se manifeste isso é imoral”, escreveu uma leitora do Roraima em Tempo. Outra leitora desabafou sobre o fato de o Governno praticar esses tipo de conduta imoral e nada acontecer. “Absurdo!! Aqui está um descaso total, cadê os órgãos de fiscalização? É cada coisa que está acontecendo e fica por isso mesmo”, escreveu.

Não vai pedir voto

E, por fim, um dos comentários mais engajados foi de uma leitora que questionou o governador pelos escândalos no Governo e falou em meritocracia para nomeações como essa. “Governador tá difícil, entender, veja cada mês um escândalo, eu fico pensando já imaginou se a prefeitura fica no mesmo grupo? Portanto eu não pedirei a nenhum conhecido, que vote no seu candidato.. sinto muito. Tem tanta gente qualificada esse negócio de padrinho não dá, der uma chance a outras pessoas, que sejam formadas e queiram está ao seu lado”.

Intervenção

Para quem não lembra, em outubro de 2019, ainda no seu primeiro ano de gestão, o governador Antonio Denarium decretou intervenção na Uerr e afastou Regys do cargo de reitor. O chefe do Executivo alegou suspeita de fraude na aplicação de recursos da Universidade. Denarium então nomeou sua cunhada Leila Perussolo para o cargo. No entanto, Regys acionou a Justiça e conseguiu cancelar o decreto e se manteve no cargo. Pouco tempo depois se aliou ao governador. E como sempre, políticos assim agem de acordo com seus próprios interesses.

 

 

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x