Denarium entrou na mira do MPF após fala discriminatória contra os Yanomami

Investigação Parece que as coisas não andam muito boas pro lado do governador Antonio Denarium. Agora o MPF abriu investigação para apurar se há crime na declaração dele. É que ele falou para a Folha de São Paulo que os indígenas “têm que se aculturar, não podem mais ficar na mata como bichos”. Uma infeliz […]

Denarium entrou na mira do MPF após fala discriminatória contra os Yanomami
Governador Antonio Denarium – Foto: Divulgação/Governo de Roraima

Investigação

Parece que as coisas não andam muito boas pro lado do governador Antonio Denarium. Agora o MPF abriu investigação para apurar se há crime na declaração dele. É que ele falou para a Folha de São Paulo que os indígenas “têm que se aculturar, não podem mais ficar na mata como bichos”. Uma infeliz declaração. Muito infeliz mesmo. Assim, o MPF, a pedido dos próprios indígenas, resolveu abrir inquérito.

Falta de respeito total

A declaração de Denarium demonstra total falta de cultura da parte dele mesmo. Pois se ele fosse aculturado, saberia que os indígenas têm a sua própria cultura e o valor que ela tem para a  história desse país. Ele também saberia que para algumas etnias é possível sim que se adaptem à cultura das cidades, mas para outras, isso significa o fim deles. Assim como é o caso dos Yanomami. Eles são considerados nômades. São povos da floresta. E o mal que os assola, quem levou foi o garimpo ilegal. Eles precisam ter a liberdade de viverem em suas terras.

Desenvolvimento

Muitas pessoas pensam equivocadamente que as terras demarcadas impedem o desenvolvimento de Roraima. Mas um bom gestor consegue desenvolver um estado pequeno como esse sem precisar mexer com o que está quieto. Prova disso é que a ex-prefeita Teresa Surita fez em Boa Vista. Ela transformou a cidade, tornou o município em uma referência para o país, fez bonito e não incomodou nem mexeu com direito dos indígenas. Denarium poderia aprender um pouco com ela.

Mecias tem dedo na saúde indígena

As besteiras que o governador falou na imprensa acabaram tirando Mecias do foco. Mas a gente tá aqui pra lembrar. Não podemos esquecer que a crise dos Yanomami não acontece somente por causa do garimpo ilegal e do abandono do Governo Estadual e Federal. É importante ressaltar que o Dsei Yanomami foi dirigido nos últimos quatro anos por pessoas indicadas por Mecias de Jesus e Jhonatan de Jesus. E que foi na gestão deles que a PF fez operação para investigar desvio de verbas de medicamentos. Isso mesmo. Aqueles remédios para verminose que nuca chegaram às crianças Yanomami.

 

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x