Denarium tentou abafar a crise dos Yanomami, mas cada dia se enrola mais

Primeiro chamou os Yanomami de ‘bichos’, depois a PF bateu na porta da irmã em operação contra comércio ilegal de ouro

Denarium tentou abafar a crise dos Yanomami, mas cada dia se enrola mais
Governador de Roraima, Antonio Denarium – Foto: Reprodução/Instagram

Quer abafar o abandono dos Yanomami

O governador Antonio Denarium está tentando amenizar a sua imagem negativa devido à crise dos Yanomami. Não é de hoje que a imprensa local vem mostrando a sua forte atuação pró-garimpo em Roraima. O que foi, no mínimo irresponsável. Pois ele acabou incentivando o avanço do garimpo ilegal nas terras indígenas. Isso quando criou, bem como sancionou leis a  favor do garimpo. Quando a bomba estourou a nível nacional, ele viu que não tinha mais para onde correr. E de governador que abandonou os Yanomami, tentou se tornar o pais deles. Se ofereceu para montar um abrigo, sobrevoou as terras indígenas, Assim como foi a Brasília pedir ajuda ao Governo Federal. Tudo para que o mundo pense que ele é a favor dos indígenas.

Quer abafar investigação de irmã e sobrinho

E Denarium segue com suas tentativas ineficazes de abafar os escândalos de seu governo. Para amenizar o bafafá sobre a visita que sua irmã, a Vanda, recebeu da PF, sua assessoria soltou até matéria sobre o arquivamento na Justiça do caso do caminhão com provas do concurso da PCRR que foi encontrado no Vila Jardim.

Impeachment

No próximo dia 23 a Assembleia retoma as atividades. Dessa forma, a Corregedoria deve analisar o pedido de impeachment de Denarium, de autoria do jornalista Bruno Perez.  A justificativa é crime de responsabilidade pela fala preconceituosa do governador com os Yanomami. Ele disse que os indígenas têm que se aculturar e que não podem mais ficar na mata feito bichos. Se a Corregedoria passar o pedido de impeachment pra frente, Sampaio vai apresentá-lo em plenário e encaminhar para a Comissão.

Nem acaba nem fica pouco

O sofrimento dos pacientes que precisam do HGR não acaba e nem fica pouco. A coluna recebeu uma denúncia de parentes de um paciente. Eles relataram que os pacientes com aneurisma e que se encontram no Bloco F estão a mercê. O clip cirúrgico está em falta e não há previsão para chegar na unidade. O processo licitatório ainda está em fase de cotação de preços. Ou seja, ainda vai demorar uns meses.

Não tem remédio

Outra reclamação dos parentes é que não tem remédio para estes pacientes. Os familiares é quem estão comprando. Os familiares pedem socorro, pois os médicos querem operar os pacientes, porém não há material. Além disso, o sistema de ar-condocionado do bloco está novamente com defeito. E assim segue a saúde quando se trata de Governo de Roraima.

Remendos

A Comunicação do Governo de Roraima nunca deve ter trabalhado tanto. Primeiramente, Denarium chamou os Yanomami de bichos. Logo depois, Cecília Lorezon, a secretária de Saúde, disse que uma grávida que chorava em desespero na maternidade era “gente que se presta a dar show”. Agora a operação da PF nas casas da irmã e do sobrinho do governador. Assim fica difícil remendar tanta caca. E impossível manter uma boa imagem.

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x