Denarium veta PL que beneficia gestantes, mas sanciona o que aumenta seu salário, do vice, de secretários e deputados

Quando o PL beneficia a população, governador diz que gera gasto e não pode fazer. Mas quando beneficia o bolso dele, ele sanciona sem pestanejar

Denarium veta PL que beneficia gestantes, mas sanciona o que aumenta seu salário, do vice, de secretários e deputados
Antonio Denarium e Edilson Damião – Foto: Redes Sociais/Edilson Damião

Vetou

O governador de Roraima, Antonio Denarium (PP) vetou totalmente um Projeto de Lei que que garantiria internação às gestantes de alto risco na rede privada. Conforme a proposta, o Governo custearia o tratamento das mulheres em hospital privado na ausência de vagas em leitos na Maternidade Nossa Senhora de Nazareth. Denarium justificou que a proposta tem vício de iniciativa. Ou seja, a proposição cabe exclusivamente ao chefe do Executivo, pois ela gera aumento de despesa.

Não vetou

Mas sabe o que não gera aumento de despesa para Denarium? O aumento do próprio salário, de deputados e secretários de Governo. O salário do governador aumentou 11%. Ou seja, de R$ 30.900,00, passou para R$ 34.299,00. Já o do vice-governador, Edilson Damião (Republicanos), de R$ 27.880,00, agora é de R$ 30.748,00. Da mesma forma, os secretários titulares, que era de R$ 23.175,00, passam a ganhar R$ 29.211,00. Por último, o dos adjuntos das pastas, de R$ 16.222,00, passou para R$ 24.829,00. Fora os subsídios dos deputados, que aumentarão gradativamente.

Enquanto isso…

Enquanto isso, tem pacientes sofrendo na unidade. Esta redação recebe constantemente reclamações de mães que passam e que passaram pela Maternidade. Por exemplo, uma grávida de 5 meses entrou em contato com esta redação para reclamar da quantidade de comida servida às gestantes. Conforme a mulher, ela possui diagnóstico de colecistite aguda, com alteração no fígado, pâncreas e também vesícula. O seu quadro pede uma dieta restritiva, ou seja, não é qualquer alimento que a paciente pode comer, de acordo com a orientação médica. No entanto, o alimento não chega até ela conforme prescrito. A gestante também explicou que a alimentação além de não estar sendo de fato acompanhada por um profissional, não está sendo servida em uma quantidade satisfatória.

Diabetes gestacional

Outro caso é o da paciente Bruna Katiely da Silva Pereira, de 30 anos. Ela está grávida há 37 semanas e tem diabetes gestacional. Por conta da doença, ela precisa fazer uma cesárea para que ela e o filho não tenham complicações. Ela foi encaminhada do interior de Rorainópolis para a capital e chegou na Maternidade ainda no sábado (14), mas até agora, quase uma semana depois, ainda não fez o procedimento. Agora ela teme pela saúde dela e do filho.

Observatório

Com a crescente onda de ataques aos jornalista no país, o ministro Flávio Dino anunciou o Observatório Nacional de Violência Contra Jornalistas. O objetivo é monitorar os casos de ataques à categoria. O anúncio ocorre pouco mais de uma semana depois dos atos golpistas dia 8 de dezembro, em Brasília. Na ocasião, foram reportados ao menos 16 casos de agressão contra profissionais de comunicação. Com exceção da ditadura, os jornalistas nunca foram tão atacados no país. Nunca as pessoas se sentiram tão a vontade para atacar os profissionais da comunicação. Mas parece que agora as coisas vão mudar.

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x