Deputados devem votar pedido de empréstimo de R$ 805 milhões do governador nesta terça-feira (17)

Cabe aos nossos parlamentares estaduais se posicionarem a favor do governador ou do povo de Roraima, visto que Denarium está cassado e pode deixar o Estado financeiramente engessado com tamanha dívida

Deputados devem votar pedido de empréstimo de R$ 805 milhões do governador nesta terça-feira (17)
Plenário da Assembleia Legislativa de Roraima – Foto: Marley Lima/ALE-RR

Empréstimo

Os deputados estaduais devem votar nesta terça-feira (17) o pedido de empréstimo feito pelo governador Antonio Denarium (PP). O chefe do Executivo quer nada mais, nada menos que R$ 805,7 milhões para pagar em 10 anos. No PL, que o governador enviou à Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR), não há muitas explicações nem justificativas sobre o que ele pretende fazer com todo esse dinheiro. O fato é que, caso os parlamentares aprovem esse pedido, Denarium, que está cassado, pode deixar o Estado financeiramente ‘engessado’ para o próximo que assumir a gestão. Isso porque ele pode sair do cargo, caso o TSE mantenha a cassação. O que é mais provável. Então, cabe aos nossos deputados estaduais se posicionarem a favor do governador ou do povo de Roraima.

Exonerações

A ALE-RR se prepara para demitir servidores comissionados. Isso, porque, conforme a instituição, se faz necessário uma redução de gastos com pessoal. O presidente da ALE-RR, Soldado Sampaio também pretende reduzir auxílios de quem fica no emprego. Agora basta a população ficar de olho se quem vai para o olho da rua são os pais de família que precisam do emprego para criar seus filhos ou os familiares de políticos como a irmã do governador, Vanda Garcia que ganha R$ 10 mil, ou o filho do empresário e operador de Antonio Denarium Disney Mesquita que ganha R$ 12 mil.

Estranho

Os sinais de crise que o Governo de Roraima e agora a ALE-RR vêm dando, parecem bem estranhos. A ALE-RR, por exemplo, publicou há poucos dias, o resultado de uma licitação para contratação de quatro empresas para fornecimento de móveis e eletrodomésticos. Somados, os itens vão custar R$ 3,6 milhões. Uma compra dessas seria completamente desnecessária em um momento de corte de despesas. Como Soldado Sampaio explica isso? Vai demitir pais e mães de família e enquanto gasta milhões e milhões em contratos?

Governo também

No Governo de Roraima a história é a mesma. Enquanto Denarium pretende exonerar comissionados, as secretarias assinam contratos a rodo. E a Sesau é a campeã. Exemplo disso é o contrato de R$ 30 milhões com a empresa do senador Hiran Gonçalves, aliado político do governador. Essa contratação, incluive, é para a realização de serviços oftalmológicos já realizados pelo SUS na Sesau.

Azedou e criticou o empréstimo

A relação entre o deputado federal Duda Ramos, marido da ex-deputada Shéridan, com o governador parece que azedou. O parlamentar publicou vídeo nas redes sociais proferindo duras críticas ao chefe do Executivo. Ele disse que o governador está cassado, portanto, não deve receber aprovação da Assembleia Legislativa para a obtenção de um empréstimo de quase um bilhão de reais e deixar para o próximo governo. Disse ainda que isso fere o princípio da moralidade. Bom, errado ele não está. Mas será que se posicionaria contra o governador e a favor do povo assim se anda fosse aliado?

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x