Em menos de 5 dias, Denarium sofre duas sanções do TRE por mau uso dos recursos públicos em ano de eleições

Governador utilizou as cestas básicas e as redes sociais para se promover. É que ele sempre se coloca como o centro da informação, o que é proibido na comunicação institucional

Em menos de 5 dias, Denarium sofre duas sanções do TRE por mau uso dos recursos públicos em ano de eleições
TRE-RR – Foto: Arquivo Roraima em Tempo/Edinaldo Morais

Condenado 1

Denarium foi condenado a pagar R$ 10 mil por propaganda antecipada em página oficial da Sejuc. Isso mesmo. Estão fazendo propaganda eleitoral até mesmo em páginas oficiais do governo. Além de a Sejuc ter postado uma pesquisa eleitoral (irregular, diga-se de passagem), ainda marcou o próprio Denarium na postagem. As investigações ainda provaram que o governador segue a página. Denarium tentou se defender ao dizer que a página não é oficial porque determinou que as páginas de secretarias fossem retiradas do ar. No entanto, as provas de que o governador mantem um relacionamento virtual com o perfil da Sejuc mostram que ele sabia da existência dela. E mais: prova também a ingerência sobre a comunicação dentro do governo. Só para não esquecer: em cinco dias, essa é a segunda sanção do TRE ao governador por mal uso da máquina pública.

 Condenado 2

Denarium também foi obrigado a retirar uma penca de publicações das redes sociais. É que ele não poupa esforços em utilizar as redes sociais oficiais e o dinheiro do governo para se promover. Por conta disso, o TRE determinou que ele, a esposa, Simone Denarium, assim como o defensor-geral do Estado, Stelio Dener retirassem do ar as publicações em que eles se promovem com cestas básicas. Já Stélio teve que apagar o post em que ele usa a entrega de cadeiras de rodas para sugerir, por meio das chamadas ‘palavras mágicas’, que os beneficiários votem em Denarium.

Usa e abusa

O governador Antonio Denarium não hesita em usar o dinheiro público para se promover em ano de eleições. Primeiramente, ele usa e abusa das redes sociais com publicações de entregas de cestas básicas onde ele é o centro da publicidade. Os conteúdos não contém nenhuma informação, mas apenas a divulgação da imagem de Denarium. O que é mais assustador ainda, é que os órgãos de controle não tomam providências. O Ministério Público, por exemplo, até agora não fez nada. Pior ainda é saber que o marido da dirigente do MP tem cargo de diretor no governo de Denarium, onde recebe R$ 20 mil mensais. Tá explicado.

Calamidade?

Outro meio descarado para se promover neste ano eleitoral é a continuação do decreto de calamidade até 31 de dezembro. A população não aceitou a justificativa do Governo do Estado que é para o enfrentamento à pandemia. Tanto que ontem (08), o deputado Soldado Sampaio falou até de jogo político da oposição para justificar a aprovação do projeto. Mas isso já era esperado. Até porque eles teriam que inventar alguma coisa como desculpa. O bom é que apesar da deputada Ângela Águida Portela ter falado que a população está desinformada, o povo sabe qual o verdadeiro interesse por trás disso tudo. Basta olhar  a reação na internet.

“Estado está f**dido”, disse Renan

O deputado Renan Filho disse na sessão de ontem que o Estado está f**dido. Isso mesmo. Ele falou esse palavrão durante discurso em plenário. Isso tudo para justificar o voto a favor da renovação do decreto de calamidade. Realmente não dá para discordar da  fala do parlamentar. Roraima realmente está mal, mas o deputado parece que só enxergou isso ontem na hora de aprovar a continuidade do decreto de calamidade por Covid-19. Anteriormente, Renanzinho parecia achar que estava tudo muito bem, pois é aliado do governo. Ele também nunca fez discurso mostrando onde que o estado está f**dido. Muito pelo contrário, ele só faz elogios à gestão.

Barrado para não fiscalizar

O deputado Dhiego Coelho foi impedido de fiscalizar o Hospital de Campanha nesta terça-feira (08). Isso ocorreu depois que ele votou contra a aprovação da renovação do decreto de calamidade por Covid. O deputado quis verificar de perto essa “calamidade”, mas a diretora do local não deixou. A mulher ligou imediatamente para a secretária Cecília Lorezom. Ou seja, parecia que já estava tudo combinado. A justificativa da Sesau é de que o hospital atende só pacientes com covis e a regra é que não pode ter trânsito de pessoas no local. Mas acontece que o próprio governador entra e sai dos hospitais na hora que bem entende. Inclusive, ele ainda leva comitiva de cerca de 20 pessoas para dentro das unidades.

Chamou a população de que?

A deputada Ângela Àguida Portela disse que a população está muito desinformada. Ela afirmou que o decreto de calamidade não fragiliza a fiscalização, muito pelo contrário, as compras são feitas com a fiscalização, mas com menos protocolo. TRADUZINDO: o governo deixa de cumprir várias regras que impedem os desvios de dinheiro público que são as leis de licitação.

Explicando para a deputada

Já que a deputada Ângela acha que a população está desinformada, vamos esclarecer: no setor público existem Comissões Permanentes de Licitação, as CPLs. É lá que ocorrem os trâmites para as compras públicas. Mas fora isso, existe também a Controladoria-Geral que dispõe de vários funcionários que supervisionam e fazem auditoria nos processos de licitação. Esses funcionários, tanto das CPLs, quanto das Controladorias são altamente treinados para evitar desvio de recurso público, pois eles estudam muito para se manterem atualizados com as leis de licitação. E mesmo assim, o atual governo, na gestão de Antonio Denarium desviou R$ 6 milhões na compra dos respiradores, que teve facilidades graças ao decreto de calamidade pública por conta da Covid-19, que a deputada tanto defendeu. Parte desse dinheiro só voltou para os cofres públicos porque a imprensa, que a deputada disse que informa as pessoa mal, denunciou. Se não fosse a imprensa, esse dinheiro estaria nas mãos de quem? Ou na cueca de quem? Por que Denarium disse que não sabia de nada. Mas o decreto ele quer.

Perguntas:

  • Por que o MP não enxerga o uso de dinheiro público para promoção pessoal de Denarium?
  • Por que Ângela Àguida acha que a população é mal informada?

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x