Empresa ligada a Mecias ganhou licitação milionária na Seed

Empresa União é a mesma que fornece mão de obra para a Maternidade e atrasa o pagamento dos funcionários terceirizados quase todo mês

Empresa ligada a Mecias ganhou licitação milionária na Seed
Senador Mecias de Jesus – Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Pega tudo

Uma fonte informou a esta redação que Mecias de Jesus agora é quem tem de vez o comando da Secretaria de Educação do Governo (Seed). Por conta disso, a empresa União, que pertence a seus familiares, até já venceu uma licitação milionária para prestação de serviço na Seed. Anteriormente, outras duas empresas forneciam mão de obra, mas agora será a empresa União. E como resultado, centenas de pais de família ficarão desempregados. Pois é claro que todos que prestarão os serviços na Pasta serão indicados.

Foi para a PF

Outra fonte contou que o primo de Mecias, que é detentor da empresa União, foi conduzido pela Polícia Federal em setembro na Operação Alevinos. Os policiais trouxeram ele do Sul do estado para prestar esclarecimentos em Boa Vista. A PF investiga desvio de verba de recursos federais e tem a empresa como alvo.

Estradas

As chuvas voltaram com força na última semana. E com elas os problemas de sempre: as estradas intrafegáveis. Mesmo com o Governo divulgando que já recuperou mais de 3 mil km de vicinais, os problemas continuam. Parece que o serviço foi meia boca. Pois bastou duas chuvas para os moradores do interior voltarem a reclamar. Neste domingo, por exemplo, a estrada que liga as comunidades indígenas Surumu e Contão em Pacaraima amanheceu completamente alagada.

Exemplo de força

A vereadora Tuti Lopes está passando por tratamento de câncer no interior de São Paulo. Ela já recebeu uma bonita homenagem em ato de apoio em que os vereadores de Boa Vista rasparam a cabeça em uma sessão fictícia na Câmara. Mas, a vereadora se destaca pela força e determinação que tem enfrentado o tratamento. Neste fim de semana, por exemplo, ela chegou à fase do tratamento em que o cabelo começa a cair e resolver raspar a cabeça. Ela publicou o ato nas redes sociais e disse que pensava que esse seria o momento mais difícil. Mas ao que tudo indica, não foi. E Tuti é um grande exemplo de força.

Injusto

Os candidatos do processo seletivo da Setrabes procuraram esta redação para denunciar problemas para realizar a inscrição. A população só quer uma vaga com salário que atenda às suas necessidades, mas até isso é difícil. Conforme uma denunciante, por conta de problemas na plataforma ela não conseguiu se inscrever para a prova. Além disso, ela não conseguiu entrar em contato com o suporte da para tentar solucionar o problema, mas não recebeu resposta. Com o prazo apertado de 24 a 26 de novembro, a candidata questiona o porquê de não haver um tutorial ou auxílio do suporte da Setrabes. Ela disse que realizou a inscrição no primeiro dia que abriu a plataforma, mas enquanto preenchia os dados, teve a sessão cancelada e não conseguiu finalizar o processo.

Teve mais gente

Não só ela, mas muitas outras pessoas também passaram pela mesma situação, segundo relatou a mulher. A filha dela, por exemplo, também tentou fazer a inscrição, mas teve o mesmo problema. Para a denunciante, a expectativa de ter uma condição financeira melhor acabou sendo impedida por erro na plataforma. Apesar de a Setrabes negar que não foi ofertado atendimento pela equipe de suporte, a mulher diz se sentir prejudicada.

Câmeras milionárias

Enquanto isso, o Governo de Roraima anda realizando contratações milionárias. O Estado vai gastar mais de R$ 5 milhões com câmeras individuais portáteis para a Polícia Militar de Roraima. Conforme o contrato, divulgado no Diário Oficial do último dia 22 de novembro, o prazo de vigência é de um ano e poderá ser prorrogada por mais 60 meses. A empresa responsável pelo fornecimento dos equipamentos foi a BB Comércio e Instalação de Equipamentos Elétricos Ltda., e tem sede em Manaus. Segundo o edital, os eletrônicos têm como objetivo atender as necessidades da Polícia Militar.

Flores

A Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR) vai gastar R$ 153.592,15 em serviço de ornamentação com flores. Conforme o documento disponível no Portal da Transparência da Casa, a empresa contratada deve fornecer flores, coroas fúnebres, buquês e arranjos. O edital também detalha que as flores são destinadas a tornar os ambientes mais harmoniosos e com aparência agradável às autoridades e ao público em geral que visita a Sede do Poder Legislativo. Anteriormente, a ALE-RR já havia firmado contrato com uma empresa para organizar o evento “Um Encanto de Natal” pelo valor de R$ 3.092.894,32. A firma deve fornecer serviços de locação, instalação e manutenção de iluminação, bem como produção, ornamentação, montagem de efeitos, adereços e elementos cenográficos para a realização de um espetáculo, tudo em nome da tradição de festejos natalinos.

Perguntas:

  • Para onde vai tanto dinheiro nesse Governo de Roraima e na ALE-RR?
  • Por que os processos seletivos do Governo são tão problemáticos?

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x