Indicação de Jhonatan ao TCU: como ele vai investigar problemas se ele próprio é suspeito?

Qual a lisura que Jhonatan de Jesus terá para investigar as contas do Dsei-Yanomami, onde ele indicou os gestores investigados por desvio de verbas?

Indicação de Jhonatan ao TCU: como ele vai investigar problemas se ele próprio é suspeito?
Deputado federal Jhonatan de Jesus – Foto: Reprodução/Facebook

Na mira

Uma matéria do O Antagonista destas quarta-feira mostrou que Jhonatan de Jesus entrou na mira dos indígenas em Roraima. A jornalista e ativista do povo indígena Wapichana, Ariene Susui deu entrevista ao Correio Brasiliense. Ela disse que acha importante que haja uma investigação para apurar se há realmente ligação de Jhonatan com problemas relacionados ao garimpo ilegal e dos Yanomami. Disse ainda que é preocupante a indicação dele para o cargo no TCU. Mas realmente… Como ele vai investigar se ele próprio é suspeito?

Paralisação

Os servidores da saúde já estão cobrando PCCR do governador. Conforme eles, Denarium parcelou o pagamento do reajuste em três vezes. No entanto, não pagou a parcela de janeiro deste ano. Na segunda-feira (30) os servidores tentaram uma reunião com o governador, mas não foram recebidos. Quem falou com eles foi Flamarion Portela, o chefe da Casa Civil. Mas, os servidores não conseguiram um acordo e saíram do Palácio do Governo para organizar uma paralisação. Enfim, Denarium encheu todo mundo de promessa. Mas agora que está reeleito, nada irá cumprir.

Lembrando…

Lembrando que o Roraima em Tempo já vem mostrando a ligação e proximidade de Mecias e Jhonatan de Jesus com os últimos coordenadores do Dsei-Yanomami. Foram inúmeras matérias. Até mesmo quando a PF deflagrou operação para apurar o desvio de medicamentos no órgão, esta redação mostrou que os dois políticos têm proximidade com o então coordenador, Ramsés Almeida.

Ouvidoria fechada

Nesta quarta-feira esta coluna recebeu a informação de que a Ouvidoria da Sesau estava de portas fechadas. Conforme uma paciente, ele recebeu a informação no local de que o motivo é porque todos os servidores do departamento estavam demitidos. Depois disso, abriram as portas do local, mas tinha apenas uma servidora lá. O restante não apareceu. De acordo com a Sesau, foi um problema pontual que logo se resolveu.

Calote

Ainda falando da Sesau, a secretaria deu um calote em uma das clínicas que realiza exames de forma terceirizada. Conforme a Pasta, um processo já foi aberto para pagar a empresa. No entanto, a clínica emitiu um informativo nas redes sociais para comunicar que os exames estão suspensos. Contudo, logo em seguida apagou. Enquanto isso, pacientes ficam rodando pelas unidades em busca de exames.

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x