Mais um escândalo na Saúde do Estado e os deputados em silêncio

Eleitos para defender o povo, os parlamentares de Roraima assistem operações da PF na Sesau e mortes de bebês na maternidade de lona totalmente calados; depois visitam governador e gravam vídeos para mostrar apoio a todo essa desconstrução da saúde

Mais um escândalo na Saúde do Estado e os deputados em silêncio
Fachada da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR) – Foto: Gabriel Cavalcante/Roraima em Tempo

Roraima foi mais uma vez cenário de um  escândalo nacional na Saúde com a operação da PF na Sesau desta sexta-feira (2), em conjunto com a Controladoria Geral da União (CGU).

Além disso, a Justiça Federal também determinou o afastamento da secretária Cecília Lorezon do cargo. Ela também está impedida de assumir qualquer cargo público na esfera federal, estadual e municipal.

Mas o que chama a atenção é o silêncio dos deputados, eleitos justamente para defender os interesses do povo. Assim como eles se calaram todos esses anos sobre a maternidade de lona, também não deram um pio sobre o escandaloso contrato de R$ 30 milhões da Saúde de Roraima com empresa investigada no Acre por desvio.

A mesma coisa fizeram quando a imprensa noticiou que mais de 200 bebês morreram na maternidade de lona em apenas um ano e meio.

Apoio

Ao contrário do que a população esperava, ao invés de cobrarem explicações sobre mais esse escândalo de hoje, os parlamentares resolveram fazer uma visita ao governador Antonio Denarium. E, assim, cada um deles aparece em uma publicação nas redes sociais com o chefe do Executivo.

As publicações soam com uma forma velada de apoio. Ou seja, os escândalos estão acontecendo, porém enquanto eles estiverem ganhando com isso, irão declarar apoio ao governador.

Somente na tarde de hoje, quatro parlamentares estiveram no Palácio Senador Hélio Campos com o governador. O líder do Governo na Assembleia, Coronel Chagas; Marcos Jorge; Renato Silva e Cláudio Cirurgião. Este último é, inclusive, o presidente da Comissão de Saúde na Assembleia.

Cláudio Cirurgião deveria ser o primeiro a cobrar explicações e exigir transparência nos processo licitatórios da Saúde. No entanto, começou o mandato cobrando aos gritos e agora assiste o caos da saúde calado.

 

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x