Mais um evento político de Denarium lotado de comissionados da capital e do interior

Muitas foram as reclamações de comissionados que tiveram que ir para o Parque Anauá na noite desta terça-feira para não perderem o emprego

Mais um evento político de Denarium lotado de comissionados da capital e do interior
Governador com capacete não permitido – Foto: Reprodução/Redes sociais

Comissionados

Mais uma vez os comissionados lotaram evento político de Denarium. A quantidade de ônibus vindos do interior era imensa no estacionamento externo do Parque Anauá. Não é de hoje que os comissionados se sentem obrigados a participar de ventos para prestigiar Denarium. Anteriormente, em um dos vários lançamentos de pré-candidatura de Denarium, teve até áudio rolando nos grupos dos secretários ‘convocando’ os funcionários. É lamentável que pais e mães de família sejam coagidos a fazer isso. E eles ainda têm que gastar gasolina do próprio bolso pra irem para lá. Um passarinho conta a esta coluna que até as aulas de várias escolas foram suspensas para que os funcionários pudessem ir para a convenção.

Gasolina

Por falar nisso, os comentários foram os mais diversos nessa terça-feira sobre a convenção do Progressistas. Era gente falando que tinha fila em posto de gasolina, entre outras coisas. Teve até um vídeo de um homem que disse que estava lá só para ganhar seus R$ 150. “Eu sou é Teresa. Não tem para onde correr”, disse ele.

Mau exemplo

Denarum, mais uma vez na tentativa de parecer Bolsonaro, organizou uma “motociata”. Mas, ele utilizou uma capacete que não é permitido por lei para pilotar moto. O equipamento que ele usou é mais recomendável para bicicleta. No entanto, pior que ele, foi Hiran Gonçalves. Ele pilotou uma motocicleta de cerda de R$ 150 mil. Só que o capacete dele parecia mais uma cuia. A proteção é zero. Pelo preço da sua Harley-Davidson, falta de dinheiro para comprar um capacete que atenda às leis é que não é. Mas será que o Detran viu isso?

Número

Outra coisa que ocorreu bastante na convenção de ontem, foi que os pré-candidatos já levaram cartazes enormes com o número que usarão para concorrer. E olha que todos sabem que a Justiça Eleitoral só permite a divulgação desses números a partir do dia 16 de agosto. Enfim… vamos aguardar o resultado da fiscalização eleitoral. Que parece que anda bem lenta esse ano. A distribuição de cestas básicas em ano eleitoral, por exemplo, até agora não deu em nada.

Ataque

O governador, com poucas ações e muitas falhas na gestão, parece que agora que viu o prejuízo de uma péssima Comunicação. Então, como não mostrou trabalho nos primeiros anos de gestão, agora parte para estratégias de postura pouco aprovada. Outro dia, enviou vídeo em lista de transmissão em que ofende literalmente a honra de Teresa Surita. Disparada na frente dele nas pesquisas, ela tem grande admiração da população. Pois, apesar da falta de apoio de deputados e senadores, ela conseguiu mostrar serviço. E muito serviço.

Só discurso

O interessante é que Denarium vivia repetindo o discurso de que não tem inimigo político. Mas bastou chegar o período eleitoral que mostrou a sua real intenção. Queria apenas convencer as pessoas de que não é quem todos sempre disserem ser. E além disso, queria também mostrar que faria a política diferente. Volta realmente para as pessoas. Em contrapartida, oque demonstrou foi alianças políticas que não trazer nenhum benefício para a população. E criação de cargos comissionados, bem como de secretarias para manter essas alianças. Dessa forma, mantém apoio político para tentar se reeleger a todo o custo.

Justiça

A Justiça Eleitoral não só proibiu Denarium de falar mal de Teresa. O juiz foi mais além. E deu um belo ‘puxão de orelha’. Ele disse que críticas são até bem-vindas. Mas não deve ser usadas como meio de vilipendiar a imagem dos concorrentes. E que o respeite deve ser mantido durante as eleições. Que vergonha, hein, Denarium!

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x