Mulher cansou de esperar pelo Estado e pagou R$ 8 mil em curetagem particular

Enquanto o ‘parto’ da obra da maternidade segue sem previsão de conclusão, com medo de perder a vida, mulher pagou pelo serviço que o Estado deveria fazer

Mulher cansou de esperar pelo Estado e pagou R$ 8 mil em curetagem particular
Obra da maternidade – Foto: Roraima em Tempo

Saúde-problema

Não é novidade que a saúde estadual é um problema grave. Após passar três dias na maternidade com o feto morto na barriga, uma paciente gastou cerca de R$ 8,5 mil em curetagem particular. A mulher estava com três meses de gestação, quando teve um aborto. Ela afirmou que outras pacientes da unidade estão na mesma situação. A mulher disse ainda que a própria equipe do hospital afirmou que só tem um médico para cerca de 200 pacientes. Então questionou o Governo do Estado sobre as verbas para a saúde do estado. Esse é o questionamento que todos fazem. Afinal, dinheiro tem…

Hospital da Criança

Teresa Surita (MDB) afirmou durante uma entrevista, que irá construir um Hospital da Criança em Rorainópolis. Conforme ela, uma unidade na região Sul vai facilitar a vida dos mais de 50 mil habitantes que vivem lá e também irá desafogar a unidade da capital, que recebe pacientes de todo o estado, da Venezuela e também da Guiana. Além disso, a ex-prefeita garantiu a implantação do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR) dos servidores da saúde. Do mesmo modo, ela contou que pretende construir um Hospital da Mulher, um Centro de Atendimento aos Idosos, bem como um prédio de radioterapia, já que atualmente, as pessoas precisam sair do estado para fazer o tratamento.

Alvo de investigação

Por falar nisso, a construção da unidade de radioterapia de Roraima virou alvo de investigação. Conforme o MP, a obra está parada há 4 anos. Mas até agora o Governo não deu andamento. Assim, pacientes precisam se deslocar para outros estados em busca de tratamento. Para isso, dependem do TFD. Ou seja, são duas humilhações, além do sofrimento pela doença. O número de denúncias pela falta de pagamento do TFD depois que pacientes e familiares estão em outros estados é enorme. Como se não bastasse eles terem que sair de Roraima.

Pela 8ª vez

O TRE-RR condenou Antonio Denarium (PP) e a coligação “Roraima Trabalhando e Deus Abençoando” ao pagamento de uma multa de R$ 5 mil por propaganda irregular. Conforme a ação, ele realizou propaganda utilizando-se de uma bandeira com mais de 100 metros. O que acarretou efeito visual de outdoor. Essa já é a 8ª vez que o candidato comete irregularidades. Ao todo, as multas somam mais de R$ 60 mil. Internautas até chegaram a questionar a eficiência da Justiça pois mesmo após repetidas condenações, Denarium continua a praticar irregularidades. E isso sem nenhuma preocupação.

Enquanto isso

Enquanto isso, o MPE-RR investiga o desvio de R$ 70 milhões do Governo de Roraima a 12 municípios nas vésperas do início das eleições. O juiz Aluizio Vieira Ferreira, responsável pelo processo, solicitou manifestação do MP Eleitoral. Dessa forma, o promotor Alisson Fabiano Estrela Bonfim afirmou que não se manifestaria, pois o MPE já havia instaurado procedimento para apurar o caso na seara eleitoral. Além disso, o promotor também alegou que os R$ 70 milhões são de origem estadual. Sendo assim, o Ministério Público Estadual (MPRR) é quem deve se manifestar no caso. Dessa maneira, agora o envio desse dinheiro virou alvo de duas investigações.

Sob efeito de álcool

O secretário de Estado do Índio, Marcelo Pereira, se envolveu em um acidente em frente à Câmara de Boa Vista. Ele atropelou uma jovem de 22 anos na faixa de pedestre. Conforme a PMRR, ele estava com visíveis sinais de embriaguez. Além disso, ele tinha odor de álcool no hálito e a voz alterada. Testemunhas relataram que a jovem atravessava a faixa quando Marcelo, em uma caminhonete, a atingiu. A moça até desmaiou com o impacto. As pessoas que estavam no local se revoltaram com a situação. Fontes desta coluna informaram que o secretário estaria utilizando veículo alugado para a Secretaria do Índio, ou seja, ele estava em carro oficial. Testemunhas também disseram que ele levava duas crianças dentro do veículo e que a revolta da população é que ele estava embriagado e tentou fugir três vezes. E o Governo? Já tomou alguma medida?

 

 

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x