Populares flagram candidato Hiran Gonçalves saindo de Fundação Estadual

Autoridades devem investigar o que o candidato fazia em um órgão público, já que ele trabalha em conjunto com o governador nestas eleições

Populares flagram candidato Hiran Gonçalves saindo de Fundação Estadual
Hiran saindo da Femarh -Foto: Reprodução

Na Femarh

O candidato Hiran Gonçalves (PP) esteve na Fundação de Meio Ambiente do Estado, a Femarh, no início da tarde dessa quinta-feira (29). Imediatamente, pessoas denunciaram à redação que ele poderia estar fazendo reunião política com os servidores. Ao chegar no local, a reportagem constatou que realmente o candidata estava no local. Ele saiu da Femarh de braços dados com o presidente da Fundação. A atitude revela que o candidato tem passe livre para entrar e sair dos órgãos públicos estaduais. E o mais preocupante é se ele também tem acesso à estrutura do Poder Público. Isso é mais grave e deve ser averiguado pelas autoridades. Até porque, o abuso de poder durante as eleições não é nenhuma novidade no atual governo.

Operação

Agentes da PF realizaram uma operação de busca e apreensão na residência do ex-secretário do Governo, Disney Mesquita. A Polícia Federal também está no escritório do empresário. Esta redação esteve no local e registrou o momento em que as viaturas estavam na frente da casa de Disney. Conforme informações, a PF cumpre 9 mandados de busca e apreensão. Além disso, a corporação investiga policiais civis e militares em esquema de compra de votos. Eles cumprem mandato de busca e apreensão na residência de um policial militar que faz a segurança de Disney. Vários outros agentes da Polícia Militar e Civil também são investigados no caso.

Agressão

A PF também esteve na produtora ligada a Denarium. De lá os agentes saíram com duas pastas. Eles passaram mais de quatro horas lá dentro. Devem ter encontrado muita coisa…. Mas, o curioso é que funcionários do local prenderam um cinegrafista lá dentro e tomaram sua câmera. Depois retiraram, o cartão de memória e apagaram as gravações. A TV registrou Boletim de Ocorrência. Onde esse povo que está no poder vai parar?

Preocupante

O uso das forças policiais na campanha de Denarium é preocupante. Conforme apurado pelo Roraima em Tempo, a operação da PF também mirou policiais civis e militares. Um deles é o segurança de Disney Mesquita. O policial militar faz sua segurança particular, mesmo sendo lotado na Assembleia Legislativa. É muito importante a PF averiguar essa junção de poder público, com forças policiais e empresários em Roraima para fazer coisas que não estão previstas em lei, como por exemplo, comprar votos.

Mais uma vez…

A queda do menino de ouro: os desembargadores do TJRR julgaram e negaram o pedido do ex-deputado Jalser Renier para voltar à presidência da Ale-RR e anular o processo de cassação por unanimidade. A relatora do processo, Tânia Vasconcelos afirmou que não há ilegalidade no processo que cassou o ex-deputado e destacou que o Judiciário não deve intervir no processo Legislativo. Jalser já atirou para todos os lados, apelou até para o STJ. Ainda pediu a suspensão da cassação em caráter de urgência ao Superior Tribunal de Justiça para concorrer nas eleições deste ano. Mas foi negado pelo órgão.

Perseguição?

Mesmo com o alto índice de criminalidade nas ruas de Roraima, o Comando-Geral da Polícia Militar enviou cinco viaturas para locais de trabalho dos candidatos Teresa Surita e Romero Jucá, ambos do MDB. Ao invés de combaterem a violência, a polícia vem sendo usada para intimidar os principais adversário de Denarium e Hiran Gonçalves, do Partido Progressistas. Uma viatura com quatro policiais ficou durante um longo tempo em frente ao Studio 55, local onde trabalham funcionários da campanha de Teresa Surita. Outra viatura também esteve em frente ao escritório da candidata no bairro Liberdade. Além disso, agentes da PM intimidaram funcionários da produtora de Romero Jucá. Quatro viaturas foram colocadas nas proximidades da produtora. Os policiais não tinham nenhum mandato e nem denúncias de qualquer ocorrência. Quando um cidadão comum precisa dos esforços e da agilidade da PM para situações de risco, ele não consegue. Mas quando é para intimidarem trabalhadores que nada têm a ver com conflitos entre adversários políticos…

“Arregou”

A fuga de Denarium em debates virou motivo de críticas do jornal O Globo. O portal comentou sobre o não comparecimento do atual governador e candidato à reeleição ao debate que a emissora local da Rede Globo. Apesar da assessoria ter participado das reuniões, esta é a terceira vez que Denarium deixa de ir a um debate. A população também criticou e até tirou sarro do acontecimento através das redes sociais. Comentários como ‘isso é uma vergonha’ e ‘perdeu o meu voto’ fizeram parte de diversas mensagens de internautas no Twitter.

Mistério

Nas vésperas das eleições, Denarium deixou de pagar parte do salário de servidores na quarta-feira (28). O Roraima em Tempo recebeu denúncias de servidores do Governo do Estado que relataram a situação. Um deles afirmou que recebeu apenas R$ 1.100, sendo que seu salário é de R$ 1.500. Vários dos servidores que ficaram sem os salários, ocupam cargos comissionados nas secretarias estaduais. Teve denunciante que enviou o extrato bancário. É de dá dó. Ele recebe pouco mais que um salário mínimo e teve desconto de R$ 400. Conforme o Governo, o problema foi um erro no sistema que gera a folha de pagamento.

 

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x