Sem equipamento de medir radiação, servidores da radiologia ficam expostos e pedem ajuda

Servidores do HGR pediram ajuda da imprensa para denunciar que a unidade está sem dosímetros desde fevereiro e isso pode prejudicar fortemente a saúde deles

Sem equipamento de medir radiação, servidores da radiologia ficam expostos e pedem ajuda
Fachada do HGR – Foto: Rosi Martins

10 meses

Servidores da área de radiologia do Governo de Roraima enfrentam riscos durante  o trabalho devido à falta do equipamento que serve para medir o nível de radiação. Conforme denúncia enviada à reportagem, o Hospital Geral de Roraima (HGR) está há pelo menos 10 meses sem o dosímetro radiológico.

Exposição

O problema é que, sem o equipamento, os profissionais não têm como saber o nível de radiação nas salas de raio-x, por exemplo. Desse modo, eles ficam expostos a grandes riscos como de desenvolver câncer entre outras doenças. E quanto mais tempo eles ficarem expostos, maior a possibilidade de isso acontecer. Conforme estudos, apesar dos grandes benefícios para a saúde, a radiação traz uma grande desvantagem: a capacidade de corromper o DNA. Por isso, os profissionais de radiologia atuam com proteções especiais como avental de chumbo, protetores de tireoide e óculos. Mas, se dependerem da Secretaria de Saúde do Governo, essa proteção fica difícil.

Deserta

Após ser procurada pela reportagem a Sesau enviou nota para explicar o motivo da falta dos dosímetros. Conforme a Pasta, o que ocorre é que, já lançou uma licitação que teve como resultado deserta. Ou seja, ninguém teve interesse de fornecer o equipamento para o Governo. Disse ainda que já lançou uma nova licitação e que já teve uma empresa vencedora, sendo que, em breve ocorrerá a assinatura do contrato. Mas é bem estranho uma licitação dar deserta, sendo que o que não falta é gente no mercado querendo vender.

Inocente

O presidente da Câmara Municipal de Boa Vista, vereador Genilson Costa (Solidariedade) usou a tribuna da Casa para se dizer inocente nesta terça-feira (19). Na segunda (18), o Ministério o denunciou à Justiça por envolvimento com o tráfico de drogas. O parlamentar disse que é inocente e que não recebeu R$ 1,5 milhão do tráfico. Ele também ressaltou que seu sigilo bancário está a disposição da Justiça e afirmou categoricamente que não existem provas quanto ao recebimento dessa quantia.

Complicada

A situação de Genilson parece ser bem complicada. O Ministério Público entendeu que existem sim provas do envolvimento do parlamentar com traficantes e que até mesmo algumas negociações para venda de entorpecentes aconteceram dentro do gabinete dele. Na denúncia, ao qual esta coluna teve acesso, há uma foto em que Genilson aparece com pessoas ligadas ao tráfico saindo de um restaurante.

Recurso

Nesta segunda-feira (18), a defesa do governador Antonio Denarium apresentou recurso ordinário ao processo que resultou na primeira cassação de seu mandato. Isso ocorre depois de os advogados apresentarem vários embargos e até mesmo de alguns envolvidos no processo receberem multa por tentarem protelar o andamento do processo. Aguardemos os próximos passos.

 

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x