Servidores efetivos denunciam cabide de emprego na Defensoria

Conforme a denúncia, de 284 servidores, apenas 16 são efetivos. Ou seja, 6% do total

Servidores efetivos denunciam cabide de emprego na Defensoria
Prédi oda Defensoria – Foto: Divulgação/DPE

Sem internet

Chegou a esta coluna a informação de que a Fundação Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Femarh) está sem internet. A população está denunciando a situação. Conforme a denúncia, a situação já ocorre há uma semana e a presidência da instituição não resolve o problema. A suspeita é a falta de pagamento. Desde o início da semana que dezenas de pessoas voltam para casa sema atendimento. Especialmente as que vêm do interior.

Se apresentou

O casal que estava foragido após a morte de uma mulher ao fazer uma lipoaspiração em clínica clandestina se apresentou á Polícia nesta quarta-feira (23). O caso ocorreu no dia 2 de agosto quando o médico que realizou o procedimento deixou a mulher no pronto Socorro entre a vida e a morte. Em seguida, ele fugiu para Santa Elena de Uairém, na fronteira com a Venezuela.

Cabide de emprego

Servidores da Defensoria Pública do Estado de Roraima (DPE-RR) denunciaram no MPRR o número excessivo de cargos comissionados na instituição. Conforme a denúncia, de 284 servidores, apenas 16 são efetivos. Ou seja, 6% do total. E a Lei 853/2012, que dispõe sobre o quadro de pessoal e o Plano de Cargos e Carreiras da DPE-RR, estabelece que dos cargos em Comissão de Direção, chefia e assessoramento, 10% a 50% devem ser destinados a efetivos. Nas redes sociais, a maioria dos comentários era sobre a questão de cabide de empregos. Por conta disso, o MPRR emitiu recomendação para que a Defensoria tome as medidas necessárias.

Fins políticos

Um dos seguidores do Roraima em Tempo chegou a afirmar que “infelizmente a DPE-RR é usada para fins políticos”. No ano passado, o ex-defensor-geral da instituição foi eleito para o cargo de deputado federal. E para quem observou deu para perceber a quantidade de ações desenvolvidas na instituição durante este período. Para o bom entendedor…

Tá difícil

A vida política do governador Antonio Denarium não está nada fácil. Ele tem usado as redes sociais tentando trazer o máximo de servidores, secretários, coordenadores, diretores e até parlamentares para gravações de vídeos, bem como para inaugurações. Isso tudo em eventos  na capital, assim como no interior. De acordo com uma fonte, ele está preocupado com a decisão do TSE que pode sair a qualquer momento e determinar nova eleição. Além disso, também há a questão de que existem mais vários outros processos eleitorais que podem culminar em sua cassação novamente. Dois desses processos são ainda mais graves que o das cestas básicas.

Reuniões

O governador tenta mostrar que está tudo bem, mas na verdade, esta coluna apurou que no Palácio do Governo, são reuniões atrás de reuniões. Além disso, há várias pessoas ligadas ao governador em Brasília tentando articular a sua salvação. Inclusive, dois dias após a cassação aqui em Boa Vista, o maior articulador financeiro de Denarium já estava na capital federal.

Ciúmes

O senador Chico Rodrigues estaria insatisfeito com o desprezo do governador Antonio Denarium para com ele. Fontes dizem que o senador Hiran Gonçalves, aliado de Denarium é ciumento e pediu que ele se afastasse de Chico. Inclusive nas solenidades de entrega de tratores e outros equipamentos adquiridos com emendas do próprio Chico. Segundo informações, Chico até já chegou a ir em um desses eventos sem ser convidado. A relação Denarium e Hiran seria uma relação possessiva e com muito ciúmes, inclusive de outros parlamentares.

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x