Denúncia revela ‘supersalários’ de até R$ 300 mil na Secretaria de Saúde do Governo

Supersalários variam entre R$ 100 mil e R$ 300 mil; valores são referentes a plantões em hospitais do Estado

Denúncia revela ‘supersalários’ de até R$ 300 mil na Secretaria de Saúde do Governo
Fachada da Secretaria de Saúde (Sesau) de Roraima – Foto: Arquivo/Roraima em Tempo/Edinaldo Morais

Uma denúncia recebida pela reportagem do Roraima em Tempo neste sábado (1º) revela o pagamento de ‘supersalários’ na Secretaria de Estado da Saúde (Sesau).

Um dos documentos mostra o contracheque em que um médico anestesiologista recebeu R$ 300 mil no mês de agosto. Desse valor, R$ 227 mil são referente a plantões.

Conforme os documentos, o mesmo médico recebeu no mês de junho um salário de mais de R$ 212 mil. Assim como em agosto, maior parte desse valor é por plantões.

Do mesmo modo, a Sesau pagou para um cirurgião-geral no mês de agosto um salário de R$ 222 mil. Mais de R$ 171 mil são também de plantões.

A reportagem procurou a Sesau e aguarda resposta.

Investigação por ‘supersalários’

O Ministério Público de Roraima (MPRR) abriu investigação para apurar o acúmulo de cargo do ex-diretor do Hospital Geral de Roraima (HGR), Anderson Dalla Benetta. Desse modo, o órgão publicou a portaria no última dia 23 de setembro.

O médico trabalha na Sesau há cerca de 14 anos. Contudo, em junho de 2021, assumiu o cargo de diretor do HGR, indicado pela primeira-dama, Simone Denarium.

Somente em junho deste ano, Anderson chegou a receber mais de R$ 100 mil, conforme consta na Transparência do Governo do Estado. Outros contracheques do médico mostram salários com valores de cerca de R$ 60 mil, R$ 70 mil e etc.

Pacientes não conseguem cirurgias

Apesar dos altos salários pagos aos médicos em plantões de cirurgias eletivas, pacientes continuam denunciando dificuldades para conseguirem vaga para realizarem procedimentos.

É o caso do vigilante Elivan Jones que procurou a reportagem na manhã desse sábado (1). Ele reclamou que não consegue marcar a cirurgia para retirada de um objeto esquecido em sua perna em procedimento realizado anteriormente.

De acordo com Elivan, a informação que ele recebe no HGR é de que irão inclui-lo no mapa. Procurada, a Sesau afirmou que o paciente passará por uma reavaliação somente na próxima semana.

Fonte: Da Redação

Veja também

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x