Familiares denunciam morte de recém-nascido por suspeita de negligência médica na Maternidade de RR

Conforme a denúncia, gestante chegou cedo na unidade sentindo dores, contudo, foi mandada embora; criança passou da hora de nascer, aspirou as próprias fezes, foi para a UTI e morreu nesta sexta-feira (1º)

Familiares denunciam morte de recém-nascido por suspeita de negligência médica na Maternidade de RR
Fachada da Maternidade Nossa Senhora de Nazareth – Foto: Gabriel Cavalcante/Roraima em Tempo

Familiares de uma mulher identificada Vanessa Stefany Correa Pantoja, de 23 anos, denunciaram nesta sexta-feira (30) que sua filha, recém-nascida, morreu na Maternidade Nossa Senhora de Nazareth. A suspeita segundo a família, foi por negligência médica em razão da demora na realização do parto.

Entenda

Conforme uma prima de Vanessa que não foi identificada, ela deu entrada na Maternidade na última quarta-feira (29) as 4h da manhã.

“Ela deu entrada sentido dor e então mandaram ela ir pra casa, no entanto, ela ficou caminhando lá na frente. Falaram para ela retornar as 6h lá para dentro e levaram ela para a sala de parto. Só que o horário que mandaram ela ir para casa, era o horário que era para a neném ter nascido”, disse.

Ainda de acordo com a prima, a criança foi direto para a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) pois passou do horário de nascimento. A bebê, segundo a denúncia, evacuou dentro do útero e acabou aspirando mecônio, que é quando a criança aspira o próprio cocô e resulta em uma infecção no pulmão. “É certeza que a neném ingeriu as fezes. Só que eles queriam que ela esperasse mais, pois ela estava com 39 semanas só que a neném queria nascer sim. E ao levar para a sala de parto, a criança já estava se ‘expulsando’ sozinha. Então, levaram a neném para a UTI e ela [Vanessa] não sabia o que tinha acontecido”, explicou a mulher.

Assim nesta sexta-feira, dia 1º, Vanessa recebeu a notícia que a filha havia morrido. “Disseram que a neném estava com problemas no pulmão, sendo que a mãe fez todo o pré-natal e não tinha nenhuma doença. Eu tenho certeza que foi por causa de negligência dos médicos”, relatou a prima.

Sentimento da paciente e familiares

O medo dos familiares é que Vanessa tenha uma depressão pós-parto, por conta da situação. “O Sentimento é de muita tristeza, a bebê estava perfeitinha, normal e teve um monte de problema. O Governo está precário, o atendimento é péssimo. Não falo de todos os médico, só que quando a pessoa pega um plantão ruim eles tratam a gente igual bicho. Estou até com medo dela entrar em depressão pós-parto”, finalizou.

Citado

A redação do Roraima em Tempo entrou em contato com a Secretaria de Saúde (Sesau) para posicionamento sobre o caso. Por meio de nota, a Sesau lamentou a morte da criança e disse que a família deve procurar a ouvidoria da Maternidade e então formalizar a denúncia para que ocorra investigação pelo Comitê de Ética e de Mortalidade, que adotará as devidas providências.

Fonte: Da Redação

Veja também

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x