Gestante aguarda há mais de 24h por cesárea na Maternidade de RR

Preocupado, o esposo disse que estouraram a bolsa da mulher por volta das 19h de ontem (21)

Gestante aguarda há mais de 24h por cesárea na Maternidade de RR
Família da gestante solicitou atendimento mas não recebeu resposta-Foto: Yara Walker/Roraima em Tempo

A família de uma gestante, 29 anos, denunciou à reportagem que ela aguarda há mais de 24h para realizar o parto no Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth.

Conforme o esposo da paciente, Fábio Lima, ela está com 40 semanas de gravidez e foi encaminhada à unidade em trabalho de parto por volta das 10h de ontem (21).

“Eles estouraram a bolsa dela por volta das 19h de ontem e até agora nada de o bebê nascer. Ela está sentindo muitas dores e não estão dando assistência na maternidade. Além disso, o médico também não permite a entrada de acompanhante e ela já está há muito tempo nessa situação”, relatou.

Devido ao problema, a família solicitou a realização da cesariana com urgência, mas não houve resposta para o pedido. 

“Eles só dizem que ela está lá e sente dores. Mas não informam nada, não dizem se vão fazer o parto. Só sabemos o que ocorre pois minha esposa manda mensagem. Os acompanhantes só podem entrar se o médico permitir e ele a deixou sozinha e nem sequer a limparam”, denunciou.

Conforme o denunciante, outra paciente também passou pela mesma situação na unidade.

“O atendimento é complicado. Quando chegamos, uma gestante teve que brigar para conseguir uma cirurgia cesariana para ter o filho e depois de muita demora ela conseguiu”, explicou.

Diante da situação, Fábio teme que a esposa e o bebê fiquem com sequelas por causa da demora no atendimento.

“Só eu sei o que estou passando. Ninguém vem nos dar notícias. A administração está sabendo, mas não faz nada. Ela está abandonada e temo que tenham sequelas”, disse.

Outro lado

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) informou em nota que a paciente e o bebê estão bem. Disse também que as equipes da unidade estão prestando assistência e que o parto não há indicação de cirurgia.

Sobre a presença de acompanhantes, a Sesau disse que suspendeu devido à nova onda de Covid-19. Ressaltou ainda que, na hora em que a paciente evoluir para a Sala de Parto para ter o bebê, o acompanhante pode entrar para presenciar o nascimento.

Por Yara Walker

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x